Nós usamos cookies para melhorar o nosso serviço. Ao usar o Em Forma, está a consentir à utilização de cookies. Aceitar Saber mais


Ovário

São os órgãos sexuais que podem fazer a diferença entre os animais do sexo feminino e os do sexo masculino. O ovário faz parte dos órgãos sexuais e pertence ao sistema reprodutor feminino uma vez que a sua presença só se verifica nas fêmeas onde também se encontram incluídas as mulheres. É este órgão que tem a funcionalidade de fazer a produção das células reprodutivas também conhecidas como óvulos.

No caso da mulher, e em casos onde a anormalidade está ausente, existem dois ovários localizados ao lado do útero, um de cada lado. São as trompas de Falópio que fazem a ligação entre os ovários e o útero.

Os ovários apresentam-se com uma forma oval e plana dando a ilusão de uma amêndoa

Os ovários apresentam-se com uma forma oval e plana dando a ilusão de uma amêndoa

Os ovários apresentam-se com uma forma oval e plana dando a ilusão de uma amêndoa, com cerca de três centímetros de comprimento, dois centímetros de largura e um centímetro e meio de espessura. Possuem duas partes sendo uma interna e uma externa. É a parte externa do ovário, e no caso da mulher, que alberga uma enorme quantidade de folículos todos com tamanhos diferentes e é nesses folículos que podem ser encontrados os óvulos.

Os ovários estão encarregues de fazer a produção de hormonas sexuais que em conjunto com a hipófise se responsabilizam pelo desenvolvimento das características que definem o sexo feminino. São igualmente estas hormonas que possuem a função de regulamentar a menstruação. Durante a puberdade os ovários produzem o estrógeno e a progesterona. As células dos folículos maduros segregam estrógeno e o corpo lúteo produz progesterona e muito pouco estrógeno. São estas hormonas que vão transformar a criança numa mulher.

Estes dois órgãos encontram-se presos ao útero e à cavidade pelvina através de ligamentos que podem ser comparados com os cabos dos bondes aéreos. O segmento do cabo que faz a ligação à parede pelvina chama-se de ligamento suspensor do ovário e a parte que se pode ver desde o ovário até ao útero é chamado de ligamento do ovário.

Avalia este conteúdo
2.5/5 (1 votos)
Etiquetas: anatomia, estrógeno, hipófise, hormonas sexuais, menstruação, mulher, ovário, ovários, óvulos, progesterona, propriedades do ovário, puberdade, sexo feminino, trompas de falópio, útero

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.