O Pulso Cardíaco e o AVC

A Associação de promoção da saúde cardíaca Bate, Bate Coração alertou que a simples medição do pulso cardíaco pode identificar uma arritmia cardíaca, a principal origem de acidentes vasculares cerebrais (AVC).

O dirigente da associação disse que, quando detectada a tempo, a doença pode ser tratada de forma a evitar a formação de coágulos, com um fármaco anticoagulante, e que o “alerta para presença desta arritmia pode ser detectado com uma manobra muito simples, que é a simples avaliação do ritmo cardíaco”, acrescentando que “quando as pulsações são muito irregulares, muito rápidas ou demasiado lentas, está-se perante uma arritmia e uma provável fibrilação auricular”, acrescentou, sublinhando que o “diagnóstico definitivo é feito com um electrocardiograma”.

Foi referido que é necessário fazer rastreios e diagnosticar a doença cedo, permitindo uma medicação atempada para evitar as consequências gravosas dos AVC e encargos mais gravosos e onerosos para as famílias e para o Estado.

Fonte: http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=628827

O Pulso Cardíaco e o AVC

Etiquetas: acidentes vasculares cerebrais, arritmia cardíaca, avc, coágulos, pulso cardíaco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.