Novo Teste Revolucionário Poderá Travar Doença Infecciosa Mais Mortífera Do Mundo

Segundo a Organização Mundial de Saúde, a tuberculose é a doença infecciosa que provoca mais mortes no planeta, sendo que, em 2017, morreram 1,7 milhões de pessoas. Estima-se que cerca de 250,000 crianças morram vítimas desta doença anualmente. Contudo, a tuberculose é uma doença que tem cura, se for diagnosticada atempadamente e com tratamento adequado.
Uma equipa de investigadores da Fundação KNCV de Tuberculose da Holanda, descobriu um método mais simples para analisar amostras de tecido traqueal de crianças com idade inferior a cinco anos. Este método pode ser efectuado em todas os laboratórios e pode substituir os procedimentos actuais mais invasivos.
Actualmente, os testes utilizados necessitam de uma amostra de fleuma (muco secretado pelas membranas) da traqueia inferior do doente. Como as crianças mais pequenas não conseguem excretar esse muco, é necessário extraí-lo através de procedimentos invasivos e dolorosos.
Porém, na Indonésia e na Etiópia, foi encontrado um método que analisa igualmente a amostra, sem que seja preciso recorrer a métodos invasivos nos grandes centros hospitalares.
“A potencialidade é enorme e significa que temos nas nossas mãos um método que pode diagnosticar a tuberculose em centenas de milhares de pessoas”, afirmou Kitty van Weezenbeek, que desenvolveu o método.

Fonte: In "sapo.pt"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.