Nós usamos cookies para melhorar o nosso serviço. Ao usar o Em Forma, está a consentir à utilização de cookies. Aceitar Saber mais


Microbioma do Colo do Útero Poderá Promover Lesões Pré-Cancerígenas de Alto-Grau

  • Português

Investigadores da Universidade de Nabraska-Lincoln, EUA, conduziram um estudo em que apuraram que a população de bactérias (microbioma) que existem no colo do útero pode propiciar lesões pré-cancerígenas de alto grau.

Não era esperado que esta influência do microbioma sobre este tipo de lesões fosse tão pronunciada. Sabe-se, no entanto, que 99% dos casos de cancro do colo do útero são causadas por infecções do vírus do papiloma humano (HPV).

Foram analisadas amostras de lesões do colo do útero de 144 mulheres da Tanzânia, país que possui uma das taxas mais elevadas de morte causada por este tipo de cancro.

Primeiramente, a equipa comparou bactérias em amostras de mulheres com e sem VIH, uma vez que há estudos que indicam que a infecção por VIH faz aumentar o risco de infecção por HPV. Detectou-se então uma maior diversidade de bactérias nas mulheres com VIH e com lesões do colo do útero.

As bactérias mais abundantes associadas às lesões de mais alto-grau incluíam as da família Mycoplasmadales, Pseudomonadales e Staphylococcus.

As bactérias Mycoplasmadales apresentavam a correlação mais evidente com a severidade das lesões. Assim, sugere-se que estas bactérias poderão promover o desenvolvimento de lesões associadas ao HPV, podendo fazer-se um pré-tratamento antibacteriano.

Microbioma do Colo do Útero Poderá Promover Lesões Pré-Cancerígenas de Alto-Grau

Fonte: In "alert-online.com"

Avalia este conteúdo
0/5 (0 votos)
Etiquetas: colo útero, lesões pré-cancerígenas, mycoplasmadales, pseudomonadales, staphylococcus, útero, vih

Leave a Reply

Your email address will not be published.