Menopausa Masculina: Também Existe, Afecta a Qualidade de Vida Mas Pode Ser Controlada

Nos indivíduos do sexo masculino, a partir dos 40 anos, pode ocorrer uma situação clínica designada por hipogonadismo de início tardio, também chamada de andriopausa ou défice androgénico, que se caracteriza por um decréscimo dos níveis de testosterona. Esta situação, semelhante à menopausa, não significa infertilidade, mas pode provocar disfunção eréctil e perda de libido.

Outros sintomas incluem a debilidade muscular, fadiga, aumento de peso e perda de cabelo. Carlos Balmori, médico urologista explica que “é um processo progressivo, de forma que, aos 70 anos, os homens têm aproximadamente 30% menos de testosterona, a hormona encarregada de manter o tónus muscular, a massa óssea e a função sexual”.

Apesar de o hipogonadismo poder afectar todos os homens a partir de uma certa idade, existem diversos hábitos saudáveis que podem minimizar os efeitos, como por exemplo manter uma vida sexual activa, um estilo de vida menos exigente e mais salutar.

O médico urologista destaca ainda que “para aqueles pacientes que não podem repor esta hormona de forma natural, existem tratamentos à base de testosterona, tanto injectáveis como em gel”. Este tipo de tratamento não é prejudicial se for controlado por um médico e não se ultrapassem os limites estabelecidos.

Menopausa Masculina: Também Existe, Afecta a Qualidade de Vida Mas Pode Ser Controlada

Fonte: In "sapo.pt"

Etiquetas: andriopausa, aumento de peso, debilidade muscular, défice androgénico, disfunção eréctil, fadiga, hipogonadismo, infertilidade, menopausa masculina, perda de cabelo, perda de libido, qualidade de vida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.