Há Uma Doença Rara Do Fígado e Não é Fácil Dar Com Ela

A Colangite Biliar Primária (CBP), anteriormente conhecida por cirrose biliar primária, é uma doença rara e crónica do fígado, cuja causa é desconhecida e não deve ser associada ao consumo de álcool.

Uma vez que os sintomas iniciais são pouco específicos e na maioria das vezes os doentes são assintomáticos, o diagnóstico realiza-se através de alterações nos resultados laboratoriais.

Os principais sintomas são prurido, cansaço e dor abdominal, apresentando um impacto elevado na qualidade de vida dos pacientes. Estas manifestações poderão manter-se durante meses ou até anos até a doença ser diagnosticada adequadamente. Se existir progressão para cirrose, podem surgir complicações como hemorragia digestiva ou desorientação.

Segundo Luísa Pereira, directora clínica da Casa dos Marcos, a CBP não está associada ao consumo de álcool, explicando que nesta doença existe uma destruição dos canais biliares através de processos inflamatórios auto-imunes.

“Este é um processo lento e progressivo, que se não for controlado, pode progredir para fibrose, cirrose, insuficiência hepática e morte. A evolução da doença para cirrose pode levar à estigmatização e incorrecta associação ao consumo de álcool em excesso, causa de cirrose hepática muito mais frequente no nosso País”, acrescenta.

Há Uma Doença Rara Do Fígado e Não é Fácil Dar Com Ela

Fonte: In "noticiasmagazine.pt"

Etiquetas: doença rara, doença rara fígado, fígado
Um comentário sobre “Há Uma Doença Rara Do Fígado e Não é Fácil Dar Com Ela
  1. Adauto Fonseca Henrique disse:

    Excelente matéria, vou cientificar do que realmente foi-me diagnosticado e irei solicitar dos Srs uma ampla definição dos caminhos a serem percorridos, pois tenho vários exames, e laudos médicos entre outros a cerca do que à época foi constatado.
    Agradeço e parabenizo todos que contribuem com esta divulgação tão cristalina.
    Q Deus continue com todos e encorajando-os cada vez mais para q não desistam de nos manter informados, muito o brigado e q tenham um bom dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.