Nós usamos cookies para melhorar o nosso serviço. Ao usar o Em Forma, está a consentir à utilização de cookies. Aceitar Saber mais


Dieta Ocidental Pode Aumentar Risco de Septicemia Grave e Morte

  • Português

Investigadores da Universidade do Estado de Portland, EUA, procuraram analisar o efeito da dieta ocidental sobre a severidade e resultado da septicemia.

O tipo de alimentação ocidental, rica em gordura e pobre em fibras, pode aumentar o risco de desenvolver septicemia severa. Esta condição pode provocar a falência de múltiplos órgãos e constitui a décima-primeira causa de morte a nível mundial.

Para o estudo, a equipa alimentou ratinhos com uma dieta ocidental. Como resultado, estes ratinhos desenvolveram um aumento na inflamação crónica, na severidade e índices de mortalidade por septicemia, comparativamente a ratinhos que tinham uma alimentação normal.

Brooke Napier, líder do estudo, afirma que “parece que a dieta está a manipular a função das células imunitárias para que se fique mais susceptível à septicemia e, quando se tem septicemia morre-se mais rapidamente.”

Estes resultados poderão constituir uma mais-valia para os hospitais, no sentido de monitorizarem a alimentação dos pacientes nas unidades de cuidados intensivos, uma vez que são aqueles que estão mais susceptíveis de desenvolverem septicemia.

A investigação vai ainda prosseguir com o objectivo de determinar se há gorduras específicas que possam influenciar a função das células imunitárias.

Dieta Ocidental Pode Aumentar Risco de Septicemia Grave e Morte

Fonte: In "alert-online.com"

Avalia este conteúdo
0/5 (0 votos)
Etiquetas: células imunitárias, dieta ocidental, inflamação crónica, mortalidade, septicemia grave

Leave a Reply

Your email address will not be published.