Nós usamos cookies para melhorar o nosso serviço. Ao usar o Em Forma, está a consentir à utilização de cookies. Aceitar Saber mais


Alimentos Ultraprocessados Podem Aumentar Risco de Morte

Um estudo recente sugere que o consumo de alimentos ultraprocessados pode aumentar o risco de morte. Segundo os investigadores de uma Universidade de Paris, este tipo de produtos alimentares estão associados a várias doenças como obesidade, hipertensão e cancro.

Designam-se alimentos ultraprocessados todos aqueles que tenham sido produzidos através de processos industriais, que contêm vários ingredientes, são ricos em gordura, sal ou açúcar e com um teor muito baixo de fibra. Alguns exemplos são os refrigerantes, as refeições pré-preparadas, carnes processadas, pão e doces.

Para este estudo, a equipa acompanhou 44,551 franceses com 45 anos ou mais de idade durante aproximadamente 7 anos. Foi preenchido um formulário em que era prestada informação relativa à alimentação, estilo de vida, peso, altura, actividade física e estatuto socioeconómico.

O consumo de alimentos ultraprocessados foi associado a ser mais jovem, a habilitações académicas e rendimentos mais baixos, a índices de massa corporal mais altos, menor prática de exercício físico e a viver sozinho.

A equipa descobriu que o risco de morte aumentava em 14% por cada 10% de subida na quantidade de alimentos ultraprocessados consumidos.

O impacto negativo deste tipo de alimentos sobre a longevidade relaciona-se com elevados conteúdos de sal, açúcar e gordura.

Fonte: In "alert-online.com"

Avalia este conteúdo
0/5 (0 votos)
Etiquetas: açúcar, alimentos ultraprocessados, risco morte, sal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.