Nós usamos cookies para melhorar o nosso serviço. Ao usar o Em Forma, está a consentir à utilização de cookies. Aceitar Saber mais


Potencial Antioxidante de Sementes de Quinoa Submetidas a Diferentes Condições de Extração

O objetivo do estudo foi avaliar os efeitos da temperatura, tempo e concentração de solventes verdes na extração e identificação de compostos fenólicos e determinação da atividade antioxidante (AA) das sementes de quinoa cultivadas no Brasil (QBr) e na Bolívia (QBo). O teor de fenólicos totais de ambas variedades apresentaram maior expressão nas condições de 50°C/13h e 100% de água.

Para AA pelos métodos DPPH, ABTS e FRAP, foram obtidas em concentrações de 50% (água:etanol). Na QBr, as condições com maiores repostas para DPPH e ABTS foram com 50°C/24h, enquanto para QBo, as maiores AA coincidiram na extração a 50°C/13h. Os compostos fenólicos de destaque, identificados por CLAE, foram os ácidos 2,5 dihidroxibenzóico e felúrico e a rutina como majoritária. Os resultados evidenciam a quinoa como fonte de compostos fenólicos e potencial antioxidante e revelam maior eficiência de mistura de solventes na extração de compostos
fenólicos.

Avalia este conteúdo
0/5 (0 votos)
Etiquetas: quinoa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.