O valor do tempo

O tempo deve ser a comodidade mais desperdiçada da nossa sociedade, basta enumerar as formas mais passivas e supérfluas onde as pessoas o gastam. Gerir o tempo eficientemente é umas das chaves para o sucesso individual e profissional.

Neste artigo vou dar algumas dicas em como gerir tempo e também oferecer algumas reflexões ao leitor.

O tempo está a acabar (ele não pára)

Trata do teu tempo com enorme urgência, pois haverá muitos a querer fazê-lo por ti.

Trata do teu tempo com enorme urgência, pois haverá muitos a querer fazê-lo por ti.

O tempo não é infinito, haverá um dia que ele acabará (estou a excluir a longevidade permanente através da tecnologia). Na altura em que ele acabar, vamos olhar para trás e decerto relembrar os momentos mais importantes que marcaram as nossas vidas. Infelizmente também vamos recordar a quantidade de vezes em que estivemos não na nossa vida, mas na vida de outra pessoa, servindo o seu propósito.

O propósito dos outros:

  • Aumentar a fama dos outros
  • Enriquecer o patrão
  • Seguir modas parvas
  • Viver o clube de futebol
  • Obcecar com a religião

Uma lista completa seria extensa. São todas actividades que incentivam a baixa auto-estima pois estamos a focar a nossa vida em propósitos externos. Pior ainda se servirem como escape para os nossos próprios problemas.

Meios de comunicação social e outros passatempos

mass media é um verdadeiro poço de tempo perdido (e a seguir são os jogos de computador). Porque raio deveria-me preocupar com a vida de celebridades que nunca me vão passar cartão? De que forma o último episódio da telenovela da noite vai ajudar a melhorar a minha vida? Exactamente, em absolutamente nada.

O mundo tem sempre maneiras de roubar tempo, por isso é que é fundamental ter uma noção em onde o gastamos.

Desde o tempo diário nos transportes públicos, hábitos nocivos e as pessoas com quem nos relacionamos.. no fundo estamos a determinar onde gastamos o nosso tempo finito a qualquer hora do dia.

Toma controlo dessa decisão e não a deixes para os outros.

Aprender a dar valor ao tempo

Começamos a valorizar mais o nosso tempo na terra quando eventos importantes na nossa vida ocorrem. Um desses eventos é a morte de um familiar onde somos enfrentados por não ter mais tempo para estar com essa pessoa.

Devido à experiência de morte na nossa família ou circulo de amigos começamos a valorizar mais o tempo que passamos com as outras pessoas. Também começamos a ignorar as que não interessam ou que nos fazem basicamente perder tempo.

Ainda valorizamos mais o nosso tempo quando já atingimos algum nível de sucesso na vida e simplesmente estamos aflitos para respirar pois o mundo nos quer.

É precisamente nessas alturas que outras pessoas se interessam mais por nós e a nossa rede de influência aumenta. É também nesses tempos que é preciso mais cautela para não cairmos na tentação e na estagnação do sucesso prematuro e em vez disso lutar em frente.

Este é o estado que se pretende estar constantemente pois tempo morto é tempo perdido. Queremos é tempo vivido e vingar na vida, nem que seja por alguns momentos. Melhor um dia excepcional que uma semana de papo para o ar sem fazer nada.

Onde investir o tempo

Devemos investir o nosso tempo em actividades que tenham um retorno cumulativo ao longo do tempo com o intuito de melhorar a nossa vida e posição. Para a maior parte dos homens as actividades são óbvias, desenvolver a sua carreira profissional, posição financeira e cultivar hobbies positivos que o ajudem a crescer como humano e identidade.

Neste artigo ofereci algumas reflexões sobre o tempo. No futuro vou escrever mais sobre o assunto.

No time for the complexities of conversation
No time smiles, no time for knowing
No time for the intricacies of explanation
No time for sharing, even less for showing

If I could
I’d slow the whole world down
I’d bring it to it’s knees
I’d stop it spinning round
But as it is
I’m climbing up an endless wall

No time at all
No time this time
No time at all
No time this time

No time for a quick kiss at the railway station
No time for a suitcase, sandwich and a morning paper
Only time for time tables, calls and transportation
No time to think no time to dare

If I could
I’d slow the whole world down
I’d bring it to it’s knees
I’d stop it spinning round
But as it is
I’m climbing up an endless wall

No time at all
No time this time
No time at all
No time this time

If I could
I’d slow the whole world down
I’d bring it to it’s knees
I’d stop it spinning round
But as it is
I’m climbing up an endless wall

No time at all
No time this time

Etiquetas: gerir o tempo, investir o tempo, o valor do tempo, perder tempo, tempo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.