Lutando contra o nevoeiro mental na casa dos 30

Envelhecer, por enquanto, é inevitável. Mas o que é que isso realmente implica para quem tem como objectivo o sucesso na vida? Implica estar consciente deste evento e construir uma estratégia à volta da realidade do nevoeiro mental.

A entrada na casa dos 30 é marcada pelo início do nevoeiro mental e também o declínio físico e emocional. Apercebemo-nos que o nosso cérebro está mais lento e menos ágil. Notamos que fisicamente também já não somos o que eramos na juventude e que estamos mais perros. Para algumas pessoas é nesta altura que começam a surgir os primeiros problemas de saúde sérios e também as limitações na vida.

Acontece que a partir de uma certa idade já não podemos continuar com a vida de jovem. Falhar uma noite de sono ou passar um serão até às tantas a trabalhar pode estragar o planeamento do resto da semana.

Nem quero imaginar as pessoas com filhos. Essas ainda estão severamente mais limitadas a nível de tempo e devem aproveitar todo o descanso que conseguirem para evitar não viver com a neblina mental no dia-a-dia.

Causas principais do nevoeiro mental

Em seguida deixo as principais causas do nevoeiro mental. Enumerar estas causas vai-nos ajudar a perceber a importância de cada uma e também delinear uma estratégia de ataque.

1. Níveis baixos de testosterona

A meu ver esta é a causa principal do nevoeiro mental na sociedade moderna, em qualquer idade. Pode-se dizer mesmo que a sociedade moderna quer matar a testosterona nos homens devido ao estilo de vida sedentário e alimentação pobre.

A situação agrava-se quando envelhecemos pois os nossos níveis de testosterona baixam com a idade, uma vez que com a idade o corpo vai perdendo a capacidade para produzir testosterona. A testosterona tem um enorme impacto na nossa motivação, bem-estar e saúde mental (podem ler mais sobre o assunto nos artigos, função da testosterona e como aumentar a testosterona naturalmente).

Claro que nós queremos evitar o estado ocidental de baixos níveis de testosterona para ir precisamente no sentido contrário, quanto mais testosterona melhor. Um alto nível de testosterona está associado à astúcia mental em ambientes sociais, superar estados de pressão e o aumento geral do estado de alerta.

Para ficar a conhecer este estado constante de vigilância lê o meu artigo sobre evitar a masturbação.

Imagem de Nevoeiro Mental (Autor: Imagem em domínio público)

O nevoeiro mental começa a afectar o cérebro humano a partir dos 30 anos de idade

Outra coisa que não se ouve muito por aí é que é quase impossível entrar em depressão com um nível de testosterona alto.

2. Stress

A presença de stress (uma das novas doenças da civilização) nas nossas vidas faz o nosso corpo libertar cortisol que é um dos piores inimigos da testosterona e provoca também o catabolismo muscular. Esta hormona também tem a capacidade para alterar a nossa própria disposição.

Eliminar o stress deve ser um dos nossos objectivos de vida a longo prazo, e devo afirmar que, se estás na casa dos 30 e ainda tens stress é porque fizeste algo fundamentalmente errado durante este tempo todo.

Entrar na casa dos 30 deveria ser marcado sobretudo por ter menos temperamento para aceitar situações de stress. É aqui que entra em jogo todo o trabalho que foi desenvolvido durante a casa dos 20 para acumular activos e poupanças.

3. Estilo de vida

O estilo de vida também é muito importante a longo prazo para reduzir o nevoeiro mental a partir da casa dos 30 anos de idade. Quem tomou bem conta de si durante os 20 vê-se claramente. Os que esbanjaram a sua saúde também.

Aqui entra em jogo as sugestão normais para promover uma óptima saúde, fazer exercício regularmente, seguir uma alimentação saudável com alimentos saudáveis, dormir o número necessário de horas por dia, etc. Basta passar algumas horas a ler o Em Forma 😉

4. Compromissos profissionais e pessoais

Com uma enorme quantidade de compromissos profissionais e pessoais o nosso cérebro começa a derrapar pois ele é péssimo a fazer multi-tarefas (embora pareça que não). Esta enorme quantidade de compromissos pessoais vai trazer pressão adicional ao nosso dia-a-dia. Devemos apenas focar-nos compromissos que ajudam a melhorar a nossa vida e eliminar os que apenas estão a encher e a ocupar tempo.

Inteligência cristalizada

A inteligência cristalizada é a sabedoria que vamos acumulando ao longo da vida e que nos ajuda a identificar erros de raciocínio.

Usar a inteligência cristalizada pode ser uma forma de contornar o nevoeiro mental que tende a aumentar com a idade.

A inteligência cristalizada tem o seu pico por volta dos 50 anos de idade e depois disso tem um declínio suave. Este fundamento foi obtido por vários estudos em indivíduos normais. Presumo que para pessoas mais preocupadas com a sua saúde seja possível manter a inteligência cristalizada indefinidamente.

Aqui só posso recomendar uma vida repleta de conhecimentos e experiências para que se tenha uma grande inteligência cristalizada.

Conclusão

Existe um leque de mudanças que podem ser aplicadas com o intuito de eliminar o nevoeiro mental e com resultados visíveis no médio prazo. Cabe ao leitor analisar a sua vida e começar a ajustar e a preparar a sua vida de adulto depois dos 30. Vida que será muito diferente e com o seu leque distinto de desafios.

 

Etiquetas: 20, 30, agilidade mental, doenças da civilização, estilo de vida, inteligência cristalizada, nevoeiro mental, níveis de baixos de testosterona, stress, testosterona

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.