Vaginite

A vaginite é um mal-estar que afeta um grande numero de mulheres de qualquer idade e também o seu parceiro sexual uma vez que a vida sexual de ambos fica comprometida no período em que esta se manifesta. A vaginite é uma inflamação da vagina que se pode manifestar graças à presença de uma doença infecciosa, de uma irritação ou até mesmo ser considerada uma reação alérgica.

Esta tem como causa a presença de microrganismos que vão infetar a vagina ou ainda pela presença de substâncias irritantes, por uma má higiene ou derivada de situações de ansiedade. Parte dos microrganismos responsáveis por esta doença podem transmitir-se sexualmente.

A vaginite é um mal-estar que afeta um grande numero de mulheres de qualquer idade

A vaginite é um mal-estar que afeta um grande numero de mulheres de qualquer idade

Os microrganismos responsáveis podem ser:

  • A Cândida albicans que leva ao aparecimento de um corrimento espesso e esbranquiçado, originando a Candidíase.
  • O Tricomonas vaginalis que é determinante no aparecimento de um corrimento vaginal espumoso e com mau cheiro, originando a Tricomoníase.
  • Um crescimento anormal dos bacilos de Döderlein e que pode originar um corrimento mal cheiroso.

A vaginite pode também surgir em consequência do contato com produtos irritantes como é o caso de preservativos, diafragmas, cremes, espumas, gel espermicida, produtos de higiene íntima, roupas justas que impedem a transpiração, pensos higiénicos, objetos eróticos ou lesões físicas da vagina.

Quanto à sintomatologia podemos referir o excesso de humidade, um corrimento de aspeto amarelado que se pode apresentar com ou sem cheiro desagradável, prurido e vermelhidão. Nos casos mais graves pode surgir dores na parte inferior do abdómen e uma hemorragia pouco significativa. A grande maioria dos sintomas tendem a desaparecer logo após um dia de tratamento.

O tratamento deve ser instituído pelo médico daí a importância de procurar um logo após a manifestação dos primeiros sintomas. Os antibióticos e os antifúngicos são os medicamentos de eleição, mas a sua prescrição está dependente da determinação das causas da vaginite. A abstinência sexual por determinado tempo pode ser também necessária.

Etiquetas: abdomen, antibióticos, antifúngicos, cremes, diafragmas, doença infecciosa, espermicida, espumas, excesso de humidade, higiene íntima, infetar a vagina, inflamação da vagina, irritação, microrganismos, mulheres, parceiro sexual, pensos higiénicos, preservativos, reação alérgica, substâncias irritantes, vaginite, vaginites, vida sexual

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.