O Omeprazol Afinal Não É o Que Se Pensa

O omeprazol é um medicamente sobejamente conhecido pela maioria das pessoas dado que são muitas quem o toma diariamente como forma de prevenção de doenças gástricas. Sabe-se que é o segundo medicamento mais consumido em todo o mundo (depois do paracetamol), que tem como missão a redução da secreção ácida do estomago e pertence ao grupo dos anti-ulcerosos.

A JAMA, uma das publicações medica com maior prestígio do mundo, veio referir que a toma do omeprazol de forma continuada e por um período superior a dois anos pode ser perigoso. O seu uso continuado pode levar ao aparecimento de casos de demência, de danos neurológicos e de anemia. O objetivo desta publicação é comprovar que o uso prolongado de omeprazol leva à falta de vitamina B12, uma vitamina essencial ao crescimento da pessoa e ao desenvolvimento do sistema nervoso. As pessoas com esta deficiência vão manifestar fadiga, cansaço, diarreia e feridas na boca. Estes sintomas podem levar à confusão de diagnósticos, ao erro médico e a tratamento de doenças que não o são.

Estas observações não foram novidades dadas aos médicos uma vez que eles já tinham conhecimento dos efeitos secundários deste medicamento. No entanto, também sabiam que o citado medicamento é uma ajuda preciosa no tratamento dos casos de ulceras gástricas e da hérnia do hiato. As ulceras gástricas provocam nos doentes um mal-estar e dores fortes que levam ao compromisso da qualidade de vida, sintomas que seriam debelados pelo seu uso. Quanto à hérnia do hiato, esta obrigava à cirurgia que em muitos casos não corria bem, sendo evitada com o tratamento com o omeprazol.

Face aos excelentes resultados obtidos com esta terapêutica durante os últimos anos, a prescrição do mesmo começou a ser feita de forma abusiva. Ultimamente já é receitado não só nas duas situações anteriores, mas também em casos menos grave como a acidez gástrica. Mesmo tendo conhecimento dos efeitos secundários é bastante difícil sensibilizar os médicos e também os doentes para que seja feita uma prescrição e uma toma mais razoável deste medicamento.

Etiquetas: o que é o omeprazol, omeprazol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.