Nós usamos cookies para melhorar o nosso serviço. Ao usar o Em Forma, está a consentir à utilização de cookies. Aceitar Saber mais


Mais Uma Polémica Sobre os Alimentos Gordos

  • Português
As gorduras ingeridas provocam doenças cardiovasculares

As gorduras ingeridas provocam doenças cardiovasculares

Há várias décadas, mais propriamente desde a década de setenta, que se afirma que o consumo de gorduras e de alimentos gordos pode prejudicar bastante a saúde. Sabe-se que as gorduras ingeridas provocam doenças cardiovasculares e o aumento de peso, podendo mesmo levar a casos de obesidade grave.

Para surpresa de muitos, a presente comunidade científica está dividida sobre este assunto, dado que um estudo realizado veio revelar que afinal o consumo de alimentos gordos pode não ser assim tão negativo para a saúde. Mas esse estudo não se refere a todas as gorduras, indicam apenas as gorduras saturadas como não prejudiciais à saúde e determinantes para a presença de doenças coronárias. O mesmo estudo afirma que uma dieta pobre em hidratos de carbono pode mesmo ser mais eficaz para perder ou manter peso que uma pobre em gorduras.

Um estudo realizado na Universidade de Cambridge, publicado no Annals of Internal Medicine, veio colocar em questão as recomendações universais para a saúde do coração e dar a conhecer que não existe uma associação entre as doenças cardiovasculares e a ingestão de gorduras saturadas, ou de alimentos gordos. No entanto há quem afirme que apesar da universidade que o levou a cabo ser muito conceituada houve erros na investigação e que as suas conclusões podem estar erradas. O dirigente do departamento de Nutrição de Harvard, refere que o citado artigo leva à confusão uma vez que não refere o que vai substituir a citada gordura.

Quem preside à Fundação Portuguesa de Cardiologia, dá coerência às críticas de Havard referindo que o estudo é muito grande e que cometeu muitos erros. Manuel Carrageta afirma ainda que há necessidade de fazer a distinção entre as gorduras boas e as gorduras más e que a gordura saturada faz parte daquelas que não devem ser consumidas. Por isso o melhor é continuar a fazer um tipo de alimentação pobre em gorduras, até haver novas conclusões, se quer manter o seu coração saudável.

Avalia este conteúdo
2.5/5 (1 votos)
Etiquetas: alimentos gordos, aumento de peso, doenças cardiovasculares, doenças coronárias, fundação portuguesa de cardiologia, gorduras, gorduras saturadas, hidratos de carbono, obesidade grave

Leave a Reply

Your email address will not be published.