Nós usamos cookies para melhorar o nosso serviço. Ao usar o Em Forma, está a consentir à utilização de cookies. Aceitar Saber mais


Gergelim

Para quem não sabe o gergelim é uma planta, mas aquilo que compramos nas superfícies comerciais é a semente. No que se refere à sua composição nutricional pode-se afirmar que o gergelim tem cálcio, ferro, fósforo, cobre, magnésio e cromo. Além destes minerais estão também presentes as vitaminas do complexo B, uma alta concentração de fibras e ainda gorduras monoinsaturadas (as gorduras consideradas boas para a saúde do homem).

O gergelim existe em três variações diferentes, o branco, o preto e o castanho. Dos três existentes, o br

Imagem de Gergelim (Autor: Imagem em domínio público)

Imagem de Gergelim (Autor: Imagem em domínio público)

anco e o preto são os mais comuns sendo o seu perfil nutricional muito semelhante. O preto apresenta uma maior concentração de antioxidantes e de ferro.

Quanto aos benefícios para a saúde decorrentes da sua ingestão podemos citar os seguintes:

  • O combate à prisão de ventre uma vez que o gergelim humedece e lubrifica o intestino.
  • A ajuda no tratamento das hemorroidas dado que a sua casca contém elementos que permitem a ativação da circulação sanguínea na parede intestinal.
  • Ossos mais saudáveis graças aos minerais, essencialmente o cálcio que fortalece as citadas estruturas.
  • O controle da obesidade uma vez que quem conseguir ter o hábito de o consumir irá orientar a velocidade de armazenamento das gorduras do corpo.
  • Uma ajuda a controlar os níveis de açúcar no sangue sendo indicado o seu consumo aos diabéticos.
  • O colesterol também vai ser normalizado graças à presença das suas fibras.
  • A digestão também fica favorecida, assim como uma maior saciedade. Isto acontece porque o gergelim vai regular a velocidade de absorção dos carboidratos.

Para começar o seu consumo de forma agradável adicione-o ao feijão, ao arroz, à massa, aos pães e às saladas. Pode também começar pelo pão que já possuem esta semente, assim vai habituar-se gradualmente ao seu sabor. Para quem sofre de colesterol elevado, o seu consumo é benéfico, mas deve ser feito durante pelo menos um mês.

Avalia este conteúdo
2.5/5 (1 votos)
Etiquetas: açúcar, açúcar no sangue, benefícios do gergelim, circulação sanguínea, colesterol, digestão, gergelim, hemorróidas, obesidade, planta gergelim, prisão de ventre, sangue, semente gergelim

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.