Nós usamos cookies para melhorar o nosso serviço. Ao usar o Em Forma, está a consentir à utilização de cookies. Aceitar Saber mais


Doentes Com Depressão Vão Fazer Psicoterapia Pelo Smartphone

É possível agora fazer psicoterapia através de um normal smartphone

É possível agora fazer psicoterapia através de um normal smartphone

Os doentes que fazem parte do Sistema Nacional de Saúde, e que lhes tenha sido feito o diagnóstico de depressão, vão agora poder fazer psicoterapia usando o smartphone. A plataforma que serve de base a este tratamento já foi apresentada e é constituída por oito módulos, o que leva a crer que em apenas oito semanas se faz um tratamento completo.

Esta novidade estará ao dispor de quem dela necessita a partir de setembro, e está indicada para os utentes do SNS com depressão ligeira ou moderada. A citada plataforma digital será uma convenção de autoajuda que vai ser prescrita pelo médico de família de forma a tratar a doença e a prevenir o suicídio. Esta plataforma faz parte do EUTIMIA, um representante em Portugal da Aliança Europeia contra a Depressão em Portugal.

O psiquiatra Ricardo Gusmão, também dirigente da EUTIMIA, explicou à Lusa que se trata “de uma ferramenta cognitiva comportamental, por módulos, que as pessoas utilizam quando é prescrita pelo médico de família, e que depois é guiada pelo próprio médico de família ou enfermeiro ou psicólogo dos cuidados de saúde primários, que trabalham em equipa”. Explica ainda que “basicamente responde às necessidades de 90% dos doentes com depressão nos cuidados de saúde primários”.

Questionado para a necessidade de possuir um destes aparelhos e que nem todos os doentes têm capacidade para tal, Ricardo Gusmão afirma que é um instrumento que se “afigura como de crescente importância”, pois comprovadamente funciona, que “é o mais importante”.

Ricardo Gusmão afirma que com este sistema “As pessoas são chamadas a interagir com o smartphone ou o tablet e, desta forma, registar os resultados que são enviados para a pessoa que está a orientar este processo do tratamento”. Afirma ainda que está cientificamente demonstrado que esta plataforma funciona tão bem como ir ao psicólogo para fazer a técnica cognitivo-comportamental face a face. “No fundo é uma psicoterapia adaptada à interação do individuo com ele próprio e com a ajuda de um terceiro”, salientou.

Avalia este conteúdo
2.5/5 (1 votos)
Etiquetas: depressão, diagnóstico de depressão, sistema nacional de saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.