Nós usamos cookies para melhorar o nosso serviço. Ao usar o Em Forma, está a consentir à utilização de cookies. Aceitar Saber mais


Catabolismo

Ao conjunto de transformações que permitem a síntese e a decomposição das células dentro do organismo humano dá-se o nome de metabolismo. Este processo encontra-se dividido em duas partes distintas: o anabolismo e o catabolismo.

O catabolismo é uma das partes do metabolismo no qual existe a assimilação ou o processamento da matéria orgânica que é alcançada pelos seres vivos com o objetivo de se conseguir a energia necessária à sua sobrevivência. A energia que se obtém pelo catabolismo vai posteriormente ser aproveitada pelo organismo, que nos casos normais, a vai armazenar nas células sob a forma de compostos trifosfatados como é o caso do ATP e do GTP.

Imagem de Cortisol (Autor: Imagem em domínio público)

O cortisol é uma das hormonas catabólicas

As células vão utilizar as moléculas de ATP de forma a transferir a energia que foi libertada pelo catabolismo para as necessárias reações que dela necessitam e de forma a que se processo o anabolismo. É o catabolismo que vai fornecer a energia necessária para o crescimento das células bem como para a sua manutenção.

Como exemplos dos processos catabólicos que incluem a glicólise, temos a quebra das proteínas musculares de forma a ser possível a utilização dos aminoácidos como se fosse um substrato para a gluconeogênese. Outro exemplo é a quebra dos lipídios existentes no tecido adiposo de forma a serem transformados em ácidos graxos.

Sabe-se, no entanto, o catabolismo é controlado e que este controle é feito pelas hormonas e pelas moléculas que se encontram compreendidas no próprio metabolismo. Só por curiosidade saiba que os endocrinologistas referem que as hormonas são classificadas consoante o seu campo de ação dentro do metabolismo havendo assim as hormonas catabólicas e as hormonas anabólicas. Fazendo parte das hormonas catabólicas temos o

, o glucagon e a adrenalina bem como outras catecolaminas. As referidas anteriormente são já conhecidos há muitos anos e recentemente foram descobertas mais algumas: as citocinas, a orexina e a melatonina.

Avalia este conteúdo
2.5/5 (1 votos)
Etiquetas: ácidos graxos, adrenalina, aminoácidos, anabolismo, atp, catabolismo, catecolaminas, citocinas, compostos trifosfatados, cortisol, endocrinologistas, energia, glicólise, glucagon, gluconeogênese, gtp, hormonas, hormonas catabólicas, humano, lipídios, matéria orgânica, melatonina, moléculas, orexina, organismo, organismo humano, processos catabólicos, quebra das proteínas musculares, tecido adiposo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.