Nós usamos cookies para melhorar o nosso serviço. Ao usar o Em Forma, está a consentir à utilização de cookies. Aceitar Saber mais


Aumento do Número de Casos de Cancro Relacionado Com o Amianto

  • Português

A Quercus alertou para a existência de muitos edifícios públicos, como escolas e hospitais, onde a presença do amianto se deteta e sugeriu já há algum tempo ao governo que acabe com eles. Os primeiros seriam os mais degradados, uma vez que são estes os mais perigosos graças ao risco da libertação das partículas. A ambientalista Carmen Lima, chamou ainda a atenção para a existência de edifícios privados usados como habitação onde muito provavelmente foram usadas matérias com amianto sendo por isso necessária a sensibilização também dos particulares.

Segundo o pneumologista Jorge Cruz, os casos de cancro que se encontram relacionados com a exposição ao amianto, tem vindo a aumentar nos últimos anos. Perante tais dados, é o mesmo pneumologista que afirma que permanece uma necessidade premente da realização de exames médicos às pessoas que se encontraram expostas ao amianto. O objetivo desses exames é conseguir-se fazer um diagnóstico numa fase muito inicial da doença e poder realizar o melhor tratamento atempadamente de forma a garantir uma melhor qualidade de vida.

O amianto é encontrado neste tipo de telhas

O amianto é encontrado neste tipo de telhas

O citado especialista, que faz parte da Fundação Champalimaud frisou que o amianto tem a grande capacidade de provocar tumores de todo o sistema respiratório. No entanto é o mesotelioma, um cancro maligno do pulmão, o que mais é atribuído ao amianto. Este é um cancro considerado bastante agressivo e a relação entre a exposição ao amianto e a presença do cancro já se encontra provada. Segundo ele, os casos no ano de 2011 eram cinquenta, mas a sua experiencia leva-o a crer que a sua incidência está a aumentar pois ultimamente tem lidado com um maior numero de casos cirúrgicos.

Refere ainda, que o tipo de cancro relacionado com o amianto tem um crescimento que oscila entra os vinte e os trinta anos e que a maior exposição aconteceu nos anos setenta e oitenta. Face a isto vai com toda a certeza aparecer futuramente mais casos deste tipo de cancro.

Avalia este conteúdo
2.5/5 (1 votos)
Etiquetas: ambientalismo, amianto, cancro, cancro amianto, cancro maligno, cancro pulmão, carmen lima, exposição amianto, jorge cruz, mesotelioma, partículas amianto, pneumologista, pulmão, quercus, sistema respiratório, tumores

Leave a Reply

Your email address will not be published.