Amor de Pai Influencia Personalidade

Independentemente da raça, da cor, da condição económica todos têm uma coisa em comum: a nossa existência só é possível porque temos um pai e uma mãe. Também não é menos verdade que o desenvolvimento da pessoa como ser humano está muito dependente do amor que eles nutrem pelos seus filhos. Estas duas ideias são do conhecimento geral da população, mas um recente estudo veio afirmar que ser rejeitado ou ser amado afeta definitivamente a personalidade e o desenvolvimento de qualquer criança até que seja um adulto. De forma mais simples, este resultado quer dizer apenas que as relações estabelecidas na infância com os pais e outras pessoas responsáveis vão moldar as caraterísticas da personalidade.

Imagem de Pai Agarrando Bebe (Autor: Imagem em domínio público)

Imagem de Pai Agarrando Bebe (Autor: Imagem em domínio público)

Ronald Rohner, o coautor do ensaio, refere que em apenas meio século de pesquisas realizadas a nível  internacional, não foi encontrado outro tipo de experiência que demonstrasse um efeito tão consistente e forte sobre o desenvolvimento da personalidade de uma criança como a experiência da rejeição, principalmente a rejeição pelos pais na infância. Segundo ele, tanto as crianças como os adultos de qualquer parte do mundo tendem a dar exatamente a mesma resposta quando sentem que foram rejeitados pelo pai ou por outras figuras de apego.

As crianças rejeitadas pelo pai sentem-se como se estivessem a ser agredidas fisicamente. Isto porque as partes do cérebro ativadas são as mesmas na dor física e na dor na psicológica. No entanto, existe uma diferença, a dor psicológica resultante da rejeição pode demorar anos a desaparecer. É esta dor da rejeição que vai influenciar a personalidade da criança.

Quando a criança mostra má educação ou mau comportamento ou ainda mau rendimento escolar geralmente atribui-se a culpa à mãe. Mas agora surge um estudo que refere que a figura do pai durante a infância pode ser a culpada do seu bom ou mau comportamento. Isto porque, quando a rejeição vem do pai é mais sentida na personalidade do que quando vem da mãe. Assim ficam aqui dois alertas. Os homens têm menos jeito para expressar os sentimentos, mas é necessário. Às mães, quando forem chamadas à escola porque o filhote se portou mal falei com o pai da criança.

Etiquetas: amor de pai, pai, pai na educação da criança, papel do pai, personalidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.