Jovem Morre Após Usar o Suplemento Popular Jack3d

Wilson Sampaio Júnior, um atleta amador de ginásio, morreu no passado dia 5 de Maio, supostamente devido à utilização do suplemento cada vez mais popular como pré-treino, Jack3d. Wilson foi encontrado nessa manhã na banheira pela sua mãe, Marcelle Sampaio, funcionário pública, de 41 anos de idade. Embora este suplemento não seja aprovado pela Apevisa para ser comercializado no Brasil, a verdade é que o produto chega ao mercado brasileiro, através de canais ilegais, e está-se a tornar a nova moda entre os atletas de academia.

A sua mãe disse “Quero fazer um alerta aos jovens porque há quatro meses perdi o meu filho de 18 anos vítima do suplemento alimentar Jack3d”.

O suplemento alimentar Jack3d foi recomendado ao Wilson por um professor da sua academia, uma das mais faladas na Zona Sul do Recife. O objectivo deste produto é estimular antes do treino. Alguns dos sintomas secundários são desmaios, mal-estar, formigamentos, picos de pressão e insónia. Apesar de todas estes avisos no produto, Wilson tomou três vezes mais que o recomendado pelo suplemento, seguindo a indicação do seu professor. O seu pai como não percebia inglês estava alheio a este exagero e confiou na palavra do professor.

Com o aumento da popularidade do produto, o potencial para surgir situações de abuso aumenta, e isto é um comportamento que deixa as autoridades competentes atentas ao desenvolvimento da situação e à impunidade em como algumas academias vendem suplementos ilegais no seu próprio estabelecimento comercial.

Jovem Morre Após Usar o Suplemento Popular Jack3d

Jovem Morre Após Usar o Suplemento Popular Jack3d

Wilsinho era um rapaz bastante ambicioso e tinha como objectivo ser jogador profissional de futebol. Chegou a jogar para o Sport Club do Recife, e estava-se a preparar para ingressar no Santa Cruz. O seu treino de academia começou aos 16 anos, altura em que começou a usar os primeiros suplementos, com o objectivo de aumentar a sua massa muscular e performance no futebol.

A mãe indica que o seu filho era saudável, “Meu filho sempre foi muito disposto e determinado a vencer. Ele já havia tomado outros suplementos alimentares por indicação do empresário dele, mas todos eram saudáveis. Depois que ele entrou na academia, um professor de lá falou que estava vendendo um produto que seria natural e que iria deixá-lo mais veloz. Meu marido foi com ele na academia e compraram o Jack3d”. O suplemento foi consumido na presença dos pais, todos os dias antes de treinar na academia, ao final da tarde. Não se sabe ao certo se Wilson tomou mais do que a dose indicada pelo seu professor.

A sua mãe disse que o seu filho estava bem em casa, em frente ao seu computador, altura em que foi dormir, na noite do dia 4 de Maio. Logo ao acordar no dia depois estranhou o computador ainda estar ligado e mais tarde encontrou o filho caído no banheiro do próprio quarto. Os seus últimos momentos de vida foram durante a madrugada enquanto falava com o seu primo através da internet. Quando Wilson foi levado para o hospital, ele já estava morto.

No Brasil, muitos produtos ilegais são vendidos em academias de forma secreta, sem os mesmos estarem nas prateleiras das academias, criando um mercado paralelo e ilegal. O Brasil é muito adverso à utilização de suplementos, contrariando o crescimento constante da indústria dos suplementos a nível mundial. A creatina no Brasil ainda é considerado um anabolizante.

Certo dia Wilson chegou a casa e pediu aos pais dinheiro para comprar o Jack3d na academia, alegando que o professor lhe tinha dito que era natural, e que até estava a ser vendido em farmácias. Wilson nunca disse que o suplemento estava-lhe a causar reacções adversas, mas ao falar com alguns amigos depois da sua morte, a verdade é que estava com problemas em dormir e tinha formigamentos. O óbito teve como conclusão morte devido a problema nos pulmões. No entanto, a família não tem a mínima dúvida que o problema seja devido ao suplemento Jack3d.

Desta história com um desfeito negro se pode concluir várias coisas:

1) Nunca podemos confiar aos outros o nosso bem estar, pois tal como nós, podem ser susceptíveis à falta de conhecimento e incompetência.

2) É preciso ser responsável com a nossa própria saúde, lendo sempre os rótulos dos produtos e sobretudo, conhecer as nossas próprias limitações antes de tomar algo que provoque alterações na forma de funcionamento do nosso organismo. CADA ORGANISMO É DIFERENTE.

3) Não devemos pressionar tanto os nossos filhos a ter sucesso.

Fonte: em.com.br, adaptado por emforma.net

Marcado com: , , , , , ,
2 comentários sobre “Jovem Morre Após Usar o Suplemento Popular Jack3d
  1. Rafael Pinzon disse:

    Acho palhaçada o jeito como com algum(ns) “acidente(s)” acabam “criminalizando” alguns produtos.

    O rapaz tomou dose superior à indicada, eu particularmente tomo Jack3d e só me faz ter mais disposição e formigamento que foram o único “sintoma adverso”, é só malhar que passa.

    Quando comprei o mesmo passou pela alfandega(foi taxado como suplemento) e pela Anvisa (foi liberado).

    Se tomar errado até aspirina,vitamina c,paracetamol e tantos outros podem levar à morte.

  2. Eu disse:

    Nossa, que português préssimo dessa matéria !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Forum

Acede ao forum de discussão do Em Forma e discute novos tópicos e descobre novos temas.

Acompanha o Em Forma