Como Prevenir e Tratar a Apneia do Sono

A apneia do sono não é uma descoberta recente. Foi registada por Charles Dickens na sua obra “Pickwick Paper”. Dickens narra aqui a história de um rapaz corado e gordo que ressona enquanto dorme e anda sempre sonolento. Não admira portanto que a forma mais grave de apneia do sono tenha o nome de síndrome de Pickwick.

Refere-se aos casos em que as pessoas, geralmente obesas, têm dificuldades respiratórias, não só durante o sono, mas também quando estão acordadas. Essas pessoas sentem sempre imenso sono e apresentam sinais de insuficiência cardíaca, tais como tornozelos inchados.

Quando as situações de apneia do sono são graves, é necessário recorrer a tratamento médico adequado.

[-] Índice de conteúdos

Tratamento Médico Para a Apneia do Sono

Se tiver apneia do sono, assegure-se de que procura tratamento. A maioria dos médicos vai receitar-lhe o uso de um dispositivo chamado PCPVA (Pressão Contínua e Positiva das Vias Aéreas). Este aparelho, que compreende um compressor e uma máscara especialmente desenhada para aplicar sobre o nariz, bombeia ar para dentrodonarize garganta. O fluxo contínuo de ar mantém as vias respiratórias abertas.

Em alguns casos, os médicos podem recomendar um procedimento cirúrgico que resolva o problema da abertura das vias respiratórias. Mas é claro que você não terá de ir tão longe para tratar a apneia se puder fazê-lo por intermédio de outras formas de tratamento.

Outras Formas de Tratamento / Prevenção da Apneia do Sono

Emagreça Um Pouco

Quanto mais pesado você for, mais possibilidades terá de sofrer de apneia do sono. As vias respiratórias não só estreitarão por causa dos tecidos gordos, como a respiração irregular vai sobrecarregar o coração. De fato, a obesidade é mesmo o único fator de risco importante na apneia do sono. As pregas no pescoço são o melhor indicador que os especialistas do sono têm para diagnosticar a doença, uma vez que essa é uma área habitual de acumulação de gordura. Emagrecer até atingir o peso ideal reduz as hipóteses de vir a sofrer de apneia do sono.

Deixe de Fumar

Segundo algumas pesquisas, o tabaco está associado à apneia do sono. O fumo pode fazer com que os tecidos inchem na parte posterior da garganta e da boca, além de aumentar a produção de muco, o que reduz o tamanho das vias respiratórias, criando um excelente ambiente para a apneia do sono. Se você deixar de fumar, ou melhor ainda, se nunca começar a fazê-lo, vai reduzir o risco de apneia do sono.

Evite Bebidas Alcoólicas Antes de Dormir

Para evitar a apneia do sono, não é recomendável ingerir quaisquer bebidas alcoólicas pelo menos quatro horas antes de ir para a cama (Autor: Daniel Jost)

Para evitar a apneia do sono, não é recomendável ingerir quaisquer bebidas alcoólicas pelo menos quatro horas antes de ir para a cama (Autor: Daniel Jost)

O álcool relaxa de tal forma os tecidos da garganta que estes têm tendência a perder a firmeza e a não deixar bem abertas as vias respiratórias enquanto estiver a dormir. Para evitar a apneia do sono, não é recomendável ingerir quaisquer bebidas alcoólicas pelo menos quatro horas antes de ir para a cama.

Durma de Lado

As pessoas que dormem de costas correm um risco acrescido tanto de ressonarem como de terem apneia do sono. Quando você se deita de barriga para cima, a sua língua descai, o que pode obstruir as vias respiratórias. Assim, o ideal será você dormir de lado.

Vigie a Tensão Arterial

À semelhança do grande dilema do ovo e da galinha, os cientistas não têm a certeza sobre o que apareceu primeiro, se a tensão arterial, se a apneia do sono. Apenas sabem que quando alguém sofre de um destes problemas, é muito grande a probabilidade de vir a sofrer do outro. Por isso, quando alguém anda preocupado com a possibilidade de ter apneia do sono, então deve medir regularmente a sua tensão arterial.

Visto que a tensão arterial alta é um fator de risco para os acidentes vasculares e doença coronária, baixar os níveis da tensão arteria, quer tenha apneia do sono quer não, é uma excelente medida.

Etiquetas: coração, obesidade, tratamento da apneia do sono

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.