Porque Ocorrem os Atrasos Menstruais?

“A menstruação está atrasada? Então estás grávida.” Este é o primeiro pensamento que todos têm quando uma mulher se queixa de que a menstruação ainda não chegou. Isto acontece porque a grande maioria das pessoas sabe que a menstruação só ocorre se não tiver havido uma fecundação de um óvulo.

Mas, é preciso esclarecer que os atrasos menstruais podem ter muitas causas para além duma simples gravidez. Na verdade, a menstruação nem sempre falha em consequência de uma fecundação sendo de primordial importância esclarecer que na origem de uma menstruação atrasada podem estar muitos fatores.

Antes de mais e para que se percebam quais as causas de uma falha menstrual é necessário perceber como se processa o ciclo menstrual. Mensalmente a mulher produz pelo menos um óvulo que se prepara para ser fecundado por um espermatozoide. O útero é também preparado para o poder receber de forma a proporcionar condições para o seu crescimento. Quando a fecundação não acontece vai suceder uma descamação do endométrio (camada que reveste o útero), que dá lugar à menstruação começando um novo ciclo menstrual.

Mas existem irregularidades menstruais que são fonte de preocupação de qualquer mulher, devendo estas saberem que elas acontecem em sequência da presença de algumas doenças. A desconfiança de uma doença obriga à necessidade de uma visita ao médico especialista para determinação da mesma, uma vez que só ele pode fazer o seu diagnóstico e escolher o melhor tratamento para resolução do problema.

Possíveis Problemas Relacionados com Atrasos Menstruais

“A menstruação está atrasada? Então estás grávida.” Este é o primeiro pensamento que todos têm quando uma mulher se queixa de que a menstruação ainda não chegou (Autor: madamepsychosis)

“A menstruação está atrasada? Então estás grávida.” Este é o primeiro pensamento que todos têm quando uma mulher se queixa de que a menstruação ainda não chegou (Autor: madamepsychosis)

Qualquer mulher pode sofrer de uma doença que altere o seu ciclo reprodutivo podendo esta manifestar-se em qualquer altura desde a adolescência até à menopausa. Algumas dessas doenças são muito fáceis de resolver, mas como já foi referido, só o médico pode ser o responsável pelo seu diagnóstico e principalmente pelo seu tratamento.

  • A endometriose é uma doença em que o endométrio, que consiste no tecido que reveste interiormente o útero, se encontra também presente fora do útero. A sua presença nota-se essencialmente nos ovários, na região pélvica e nas trompas.
  • A síndrome de ovários poliquísticos que se carateriza por uma menstruação irregular. Os ovários apresentam-se com um aumento do seu volume e em grande número. Quando a doença em questão não é tratada pode levar mais tarde a grande dificuldade em engravidar uma vez que a ovulação não se processa.
  • Os miomas uterinos que consistem em tumores benignos, são também estes, muitas vezes os responsáveis pelas alterações menstruais. Em determinados casos o seu desenvolvimento não acarreta qualquer problema ou sintomatologia mas na grande maioria dos casos é necessário a sua remoção cirúrgica dado que podem provocar dores, hemorragias ou mesmo a infertilidade.
  • As doenças da tiróide podem igualmente alterar o ciclo menstrual uma vez que esta é a grande responsável pela produção das hormonas que regulam o citado ciclo e que determinam a fertilidade.

Os casos de desnutrição também têm que ser considerados dado que a bulimia e a anorexia determinam a regularidade das menstruações. Uma alimentação deficiente pode alterar a produção das hormonas responsáveis pelo seu equilíbrio.

Marcado com: , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Forum

Acede ao forum de discussão do Em Forma e discute novos tópicos e descobre novos temas.

Acompanha o Em Forma