Nós usamos cookies para melhorar o nosso serviço. Ao usar o Em Forma, está a consentir à utilização de cookies. Aceitar Saber mais


Conheça os Perigos das Carnes Processadas

Um estudo recentemente publicado pela revista BMC Medicine deu a conhecer que o consumo das carnes processadas aumenta significativamente a mortalidade em consequência das doenças cardiovasculares e do cancro.

O estudo teve uma duração de treze anos e foram observados 448 568 pessoas com idades compreendidas entre os 35 e os 69 anos de idade.

Dos grupos feitos inicialmente com dezassete pessoas, uma de cada um faleceu. Num total morreram cerca de dez mil pessoas vítimas de cancro e cinco mil em consequência de doenças cardiovasculares.

Já em 2010 uma nutricionista bem conhecida no Brasil tinha feito a associação entre a ingestão de carnes processadas, a diabetes e as doenças cardiovasculares, tendo referido que as carnes processadas contem elevado teor de sódio e nitrato assim como L carnitina sendo estas substâncias as responsáveis pelas citadas doenças.

Estes números, embora assustadores não levam na grande maioria das vezes as pessoas a repensarem na forma como se alimentam e no perigo de alguns alimentos. Como já foi visto, as carnes processadas constituem um perigo para a saúde sendo necessário que as pessoas saibam quais são de forma a eliminá-las das suas refeições.

Um estudo recentemente publicado pela revista BMC Medicine deu a conhecer que o consumo das carnes processadas aumenta significativamente a mortalidade. (Autor: esimpraim)

Um estudo recentemente publicado pela revista BMC Medicine deu a conhecer que o consumo das carnes processadas aumenta significativamente a mortalidade. (Autor: esimpraim)

Do grupo das carnes processadas fazem parte o salame, as linguiças, as salsichas, os hambúrgueres, os nuggets e o presunto, entre muitos outros. Outros alimentos processados como é o caso do pão, bolachas, sumos industrializados e refrigerantes assim como outros alimentos prontos a serem consumidos podem contribuir para o aumento destes números fatídicos. Todos eles devem ser consumidos com moderação, não sendo necessário eliminá-los totalmente da alimentação, no entanto pela sua alta densidade calórica e pelo perfil nutricional são pouco aconselhados.

O melhor é fazer uma alimentação saudável fazendo a substituição dos alimentos processados por alimentos frescos. No caso dos hambúrgueres prefira os feitos em casa por si e quanto aos queijos e presuntos estes devem ter um baixo teor de gordura.

Avalia este conteúdo
2.425/5 (3 votos)
Etiquetas: carnes processadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.