Nós usamos cookies para melhorar o nosso serviço. Ao usar o Em Forma, está a consentir à utilização de cookies. Aceitar Saber mais


4g de Óleo de Peixe Por Dia Ajudam a Perder Gordura e Ganhar Massa Muscular

[-] Índice de conteúdos

Benefícios do óleo de peixe

Um estudo publicado em Outubro de 2010 no JISSN, foi realizado com o objetivo de determinar os efeitos da suplementação de óleo de peixe na taxa metabólica em repouso, composição corporal e produção de cortisol em adultos saudáveis.

Para tal foram recrutadas 44 pessoas saudáveis (homens e mulheres) com idades compreendidas entre os 27 e os 41 anos, que não poderiam ter comido peixe regularmente nos 3 meses anteriores, nem suplementar com ómega-3, de modo a que se conseguisse realmente avaliar o que a introdução desta substância na dieta faria. Todas as pessoas precisavam de uma vida ativa, mas não era necessário fazer treinos físicos vigorosos e sistemáticos.

O que estas pessoas tinham então de fazer, era simplesmente manter toda a sua vida igual, desde a dieta, atividade física, trabalho e tudo o resto, igual, com o acréscimo de um suplemento de 4 gramas de óleo de peixe em que teria 2400mg de ómega-3 (1600 EPA e 800 de DHA) para um grupo, enquanto o outro grupo iria ingerir um suplemento de 4 gramas de óleo de cártamo (rico em ómega-6). Ambas as suplementações foram divididas em doses de 2 gramas ao pequeno-almoço e de outras 2 gramas ao jantar.

Seriam feitas avaliações antes do início da suplementação, e após um período 6 semanas de suplementação em ambos os grupos. Na tabela em baixo podemos ver os resultados obtidos:

 

Óleo de Cártamo (1)

Óleo de Peixe (2)

 

Antes

Depois

Diferença

Antes

Depois

Diferença

Sexo

Masculino

Feminino

8

14

6

16

Idade

35±14

(29; 41)

33±13

(27; 39)

Peso (Kg)

71,1±15,2

(64,7; 77,5)

71,3±15,3

(65,1; 77,6)

0,2±0,8

(-0,2;0,6)

71,3±14,4

(65,1; 77,6)

71,3±13,7

(65,1; 77,6)

0,0±0,9

(-0,4;0,4)

Massa Gorda (%)

27,7±10,6

(23,3; 32,4)

28,0±10,8

(23,2; 32,8)

0,3±1,5

(-0,4;1,0)

30,5±7,7

(26,7; 32,5)

30,1±7,6

(26,3; 33,9)

-0,4±1,3

(-1,2;0,2)

Massa Gorda (Kg)

19,7±9,7

(15,4; 24,0)

19,9±9,9

(15,5; 24,3)

0,2±1,2

(-0,3;0,7)

22,3±8,2

(18,3; 25,7)

21,8±7,6

(18,2; 25,0)

-0,5±1,3

(-1,1;0,1)

Massa Magra (kg)

50,5±11,9

(45,2; 55,5)

50,4±12,3

(45,0; 55,8)

-0,1±1,2

(-0,6;0,4)

50,1±11,7

(45,1; 55,1)

50,6±11,9

(45,5; 55,6)

0,5±0,5

(0,3;0,8)

Cortisol Salivar

0,305±0,240

(0,212; 0,399)

0,321±0,311

(0,217; 0,425)

0,016±0,272

(-0,108;0,140)

0,270±0,179

(0,179; 0,361)

0,206±0,131

(0,104; 0,308)

-0,064±0,142

(-0,127;-0,002)

MBR

1290±295

(1103; 1477)

1228±277

(1053; 1400)

-62±184

(-179;55)

1335±213

(1200; 1470)

1352±323

(1103; 1477)

17±260

(-148;152)

RER

0,809±0,052

(0,776; 0,842)

0,832±0,041

(0,806; 0,858)

0,023±0,54

(-0,011;0,057)

0,841±0,059

(0,804; 0,878)

0,822±0,048

(0,791; 0,853)

-0,019±0,85

(-0,073;0,035)

Tal como podemos consultar na tabela, apesar de as diferenças de peso não serem muito significativas (+0,2kg no grupo 1 e manutenção do peso no grupo 2), as alterações em termos de composição corporal são relevantes. No grupo 1 houve um aumento de 0,2kg de massa gorda, e uma redução de 0,1kg de massa magra, enquanto que no grupo 2, o grupo que começou a suplementar com óleo de peixe e não o incluía regularmente na sua alimentação houve um ganho de 0,5kg de massa magra, e no mesmo período deu-se um decréscimo de massa gorda também avaliado em 0,5kg.

Em termos de cortisol, nota-se que há uma tendência para uma dieta com 4g diárias de ómega-3, levar a uma diminuição dos níveis de cortisol, o que levou ao aumento da quantidade de massa magra e diminuição da massa gorda.

Os resultados aqui obtidos mostram-nos inequivocamente como o óleo de peixe é importante e deve ser incluído diariamente na nossa alimentação (Autor: Imagem em domínio público)

Os resultados aqui obtidos mostram-nos inequivocamente como o óleo de peixe é importante e deve ser incluído diariamente na nossa alimentação (Autor: Imagem em domínio público)

Em termos de alterações de metabolismo basal, as alterações não são muito significativas, no entanto parece haver uma tendência para que uma dieta rica em ómega-6 como a atualmente mais praticada, leve a um metabolismo mais baixo.

O quociente respiratório mostra-nos como o grupo 1 começou a gastar em gordura como fonte de energia, enquanto que o grupo 1 começou a gastar mais hidratos de carbono, no entanto os resultados no final encontram—se bastante próximos, pelo que seria necessário mais tempo para conseguir avaliar nas devidas condições esta tendência.

Em jeito de resumo, podemos assim verificar que 6 semanas de suplementação com óleo de peixe, levaram a uma:

– Diminuição da massa gorda

– Aumento da massa magra

– Diminuição dos níveis de cortisol

No entanto, temos de ter em consideração qua a amostra foi pequenas (apenas 44 pessoas), assim como a sua duração (apenas 6 semanas), pelo que fica a dúvida de qual seria o impacto da suplementação de óleo de peixe a longo prazo na composição corporal dos indivíduos. Permite-nos ainda relacionar a ingestão de óleo de peixe com a redução dos níveis de cortisol, e estes por sua vez com a redução da massa gorda e o aumento da massa magra, e já agora aproveitar para referir que níveis mais baixos de cortisol são comumente associados a taxas mais baixas de mortalidade.

Fica ainda por saber, quais seriam os resultados se aplicados a uma população que tivesse uma prática regular e vigorosa de exercício físico. Os resultados aqui obtidos mostram-nos inequivocamente como o óleo de peixe é importante e deve ser incluído diariamente na nossa alimentação.

Referências

Noreen, E. E., Sass, M. J., Crowe, M. L., Pabon, V. A., Brandauer, J., & Averill, L. K. (2010). Effects of supplemental fish oil on resting metabolic rate, body composition, and salivary cortisol in healthy adults. Journal of the International Society of Sports Nutrition, 7.

Avalia este conteúdo
4.175/5 (3 votos)
Etiquetas: benefícios do óleo de peixe, dieta, ganhar peso, massa muscular, massa muscular magra, óleo de peixe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.