Afinal o Que é a Sinusite

  • Português

Todos nós conhecemos alguém que, a determinada altura da vida, sofre ou sofreu de sinusite.

Grande parte das pessoas faz alguma confusão com o que seja a sinusite, não sendo raro encontrar quem ache que é uma alergia.

Mas não é. O que nos leva a perguntar então: afinal o que é a sinusite?

Antes de mais convém esclarecer que a sinusite é uma doença.

Sendo uma doença é necessário determinar a sua origem: a sinusite é uma doença de origem infecciosa ou inflamatória dos seios paranasais.

Os seios paranasais são espaços preenchidos com ar que se localizam no interior dos ossos do crânio e da face.

Numa situação normal, há comunicação entre os seios paranasais e a cavidade nasal; com a sinusite essa comunicação é perturbada.

A sinusite é uma doença de origem infecciosa ou inflamatória dos seios paranasais (Autor: Imagem em domínio público)

A sinusite é uma doença de origem infecciosa ou inflamatória dos seios paranasais (Autor: Imagem em domínio público)

Dizer-se que a sinusite é uma doença infecciosa ou inflamatória significa que ela surge como reacção natural do nosso corpo a uma agressão de que é alvo.

E que tipo de agressão é que despoleta a sinusite? Uma constipação ou gripe são processos infecciosos ou inflamatórios que podem, com muita frequência, desencadear o aparecimento da sinusite.

As alergias, tão frequentes na Primavera com o aparecimento generalizado do pólen no ar, são uma agressão ao nosso corpo, a que este reage frequentemente com a sinusite.

Mas há outros factores que também propiciam o seu surgimento, tais como a pressão da altitude, quando andamos de avião ou a pressão da água, quando praticamos mergulho.

Algumas condições ou características físicas como o desvio do septo nasal contribuem, de igual modo, para que esta doença ocorra.

Nos dias de hoje a sinusite tem uma incidência cada vez maior, o que se deve também à má qualidade do ar que respiramos, fruto da poluição e do que tem sido o seu aumento constante.

A má qualidade do ar, aliada a factores como o stress que fazem baixar as nossas defesas, deixando em baixo o nosso sistema imunitário, são factores igualmente responsáveis pela manifestação da sinusite.

Actualmente estima-se que a sinusite afecte milhares de pessoas, por todo o mundo, sendo uma das causas que nos conduz ao médico e à aquisição de medicamentos, tornando-se responsável por uma considerável parcela dos gastos médico – medicamentosos mundiais.

[-] Índice de conteúdos

Sintomas da Sinusite

E quais são os sintomas da sinusite? São facilmente confundíveis com os de uma constipação, pois a cabeça fica pesada e dói-nos, o fica nariz entupido e com corrimento e podemos mesmo ter febre.

O diagnóstico da sinusite deve ser efectuado pelo médico uma vez que, em regra, será necessário a utilização de meios complementares de diagnóstico, como a realização de exames radiológicos, para confirmar que realmente se trata de sinusite.

Tratamento da Sinusite

Feito correctamente o diagnóstico, o tratamento é efectuado à base de analgésicos, mas também pode ser necessário o recurso a antibióticos ou ainda e dependendo da origem da sinusite, a medicamentação antifungica.

A cirurgia surge ainda como solução de último recurso, mas apenas para casos extremos, muitas vezes associados a outro tipo de complicações, nomeadamente de ordem física, como seja, por exemplo, o desvio do septo nasal.

A cirurgia, ainda que rara como tratamento para a sinusite é, no entanto mais frequente para os casos de sinusite crónica, sendo importante, a este propósito, referir que a sinusite pode revestir uma de duas formas: a crónica, como já referimos e a aguda.

A sinusite aguda é, como a designação desde logo indica, uma situação crítica que, como é próprio das fases críticas, não é muito prolongada no tempo, durando em regra uma semana, mas podendo prolongar-se até às três semanas, no máximo.

A sinusite crónica pode durar vários meses, tornando-se bastante incomoda para quem dela sofra. Nestes casos, o diagnóstico e tratamento correcto e atempado é fundamental para que não haja considerável diminuição da qualidade de vida do doente.

Etiquetas: sintomas da sinusite, tratamento da sinusite

Leave a Reply

Your email address will not be published.