O Que é a Anemia Falciforme

A anemia falciforme é uma doença de caráter hereditário, ou seja, passa de pai para filho, e é mais frequente em pessoas da raça negra, porém não exclusiva desta, podendo aparecer em indivíduos pardos ou brancos.

[-] Índice de conteúdos

Características da Anemia Falciforme

A doença tem como característica a alteração dos glóbulos vermelhos do sangue, que se apresentam em formato de foice, por isso, o nome da doença ser anemia falciforme. Essas células têm sua membrana alterada e se rompem com maior facilidade, o que causa anemia.

A doença foi diagnosticada pela primeira vez em 1910 pelo médico americano James Herrick, que na época trabalhava em um hospital em Chicago, nos Estados Unidos. Herrick detectou em um paciente negro que o sangue dele apresentava hemácias com formato anormal, daí passou a analisá-lo. Com o tempo, outros médicos evoluíram nos estudos sobre a anemia falciforme.

Na imagem a) o fluxo do sangue é feito normalmente. Na imagem b) o fluxo é bloqueado por células presas (Autor: Imagem em domínio público)

Na imagem a) o fluxo do sangue é feito normalmente. Na imagem b) o fluxo é bloqueado por células presas (Autor: Imagem em domínio público)

Diagnóstico da Anemia Falciforme

Como o indivíduo pode ficar sabendo se é portador da anemia falciforme?

O exame de eletroforese de hemoglobina consegue constatar isso.

Assim que a criança nasce, esse exame deve ser realizado, descobrindo logo se a criança apresenta ou não a doença, através do teste do pezinho.

Sintomas da Anemia Falciforme

A circulação dos glóbulos vermelhos em formato de foice não ocorre de forma normal, e isso ocasiona a destruição prematura destas células do sangue, bem como a obstrução do fluxo sanguíneo. Por causa desse impedimento na circulação, algumas partes do corpo da pessoa com a anemia falciforme ficam inchadas e doloridas, como as mãos, braços e as pernas.

Agora, serão apontados os principais sintomas detectados em virtude da doença.

  1. Feridas nas pernas – acontece, em geral, na fase da adolescência do paciente com a anemia falciforme. Essas feridas podem levar um bom tempo para cicatrizar se não forem adequadamente tratadas, mas podem ser evitadas com o uso de sapatos e meias grossas.
  2. Sequestro do Sangue no Baço – indivíduos com a doença podem ter o seu baço aumentado e, assim, este órgão “rouba” todo o sangue, levando à morte do indivíduo. Isso pode acontecer porque o sangue não é enviado para os outros órgãos, já que o baço é o responsável por filtrar o sangue.
  3. Manifestações de dor – este é considerado o sintoma mais comum da doença e é ocasionado devido à obstrução sanguínea falada anteriormente. Essas crises de dor costumam atingir várias partes do corpo e são frequentes. A intensidade da dor depende do grau da anemia na pessoa, isto é, em alguns casos pode se manifestar de forma mais grave e em outros, de modo mais branda.
  4. Infecções – é maior a possibilidade da pessoa com a doença apresentar algum tipo de infecção. Estudos têm revelado que crianças com falciforme são comumente diagnosticadas com meningite ou pneumonia.
  5. Cor amarelada na pele e nos olhos – acontece quando há o rompimento do glóbulo vermelho, e então, surge uma coloração amarela no sangue (bilirrubina) que confere essa tonalidade aos olhos e à pele do paciente com a doença.

Tratamento da Anemia Falciforme

Ainda não existe cura para a anemia falciforme, mas alguns medicamentos podem ser prescritos por um médico de forma a atenuar a doença. Por isso, é muito importante que o indivíduo visite regularmente o seu médico.

Mas sabe-se que a alimentação é um fator que precisa ser considerado importante para o portador da anemia, devendo ser balanceada, e se possível, com o acompanhamento de um nutricionista.

É muito importante que o paciente beba bastante líquido, a exemplo de sucos, chás e água. Apenas uma ressalva é feita em relação aos alimentos a ser ingeridos pelo paciente de falciforme. Como os portadores de anemia falciforme apresentam alto nível de ferro em seu organismo, alimentos ricos em ferro devem ser consumidos moderadamente, mas claro que não precisam ser extintos da dieta do paciente.

Assim, é importante que a doença seja detecta precocemente para que o tratamento adequado seja feito e que a pessoa portadora da anemia falciforme possa ter uma vida mais saudável. Por isso, a necessidade de realizar o exame logo que a criança nasce para tomada das medidas certas.

Etiquetas: características da anemia falciforme, diagnóstico da anemia falciforme, glóbulos brancos, glóbulos vermelhos, sintomas da anemia falciforme, tratamento da anemia falciforme
7 comentários sobre “O Que é a Anemia Falciforme
  1. Adriana Marques disse:

    Quando a minha filha nasceu foi detectado que ela era portadora da Anemia Falciforme só que ela não fez nem um tipo de tratamento. Hoje a minha filha tem 6 anos.

    Gostaria de uma orientação, muito obrigada.

  2. André Manquinho disse:

    Anemia Falciforme é uma mutação genética e o gene causador desse problema tem uma relação de co-dominância com o gene normal. Assim, há indivíduos portadores de uma forma branda e de uma forma severa da mesma doença. Eu tenho 27 anos e nunca fiz tratamento nenhum, mas conheço quem faça transfusões de sangue mensalmente.

  3. Gleicilene Krattinger disse:

    Talvez eu também veja portadora do Falciforme! Se der positivo estou já com 33 anos. Quais são os risco?

  4. JOSE disse:

    TENHO UMA AMIGA QUE CONSTATOU EM SEU SANQUE HA 5 ANOS QUE TINHA ANEMIA FALCIFORME EM UMA DOAÇÃO DE SANGUE PARA HOSPITAL PUBLICO. ELES A CHAMARAM E INFORMARAM O FATO A ELA. COMO NAO TEVE ATÉ AGORA COM SEUS 30 ANOS DE IDADE NENHUMA COMPLICAÇÃO NADA FEZ.
    POREM ENGRAVIDOU DE UMA MENINA LAURA E AO FAZER EXAME DO PEZINHO CONSTATOU ANEMIA FALCIFORME, 15 DIAS APÓS O PARTO RECEBEU UM TELEFONEMA DA APAE QUE JA AGENDOU UMA CONSULTA PARA DAQUI 20 DIAS PARA VERIFICAÇÕES DA CAUSA E DA HEREDITARIEDADE. ACREDITO PARA ORIENTAÇÕES TAMBEM.
    SERÁ QUE A FILHA DELA LAURA PODERIA TER ALGUMA COMPLICAÇÃO DE SAUDE, VISTO QUE A MAE NAO TEM NENHUM PROBLEMA DE SAUDE APARENTE?
    ALGUM MEDICO OU AMIGO PODE RESPONDER?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.