Carcinoma Epidermóide

Imagem de Carcinoma Epidermóide (Autor: escuela.med.puc.cl)

Imagem de Carcinoma Epidermóide (Autor: escuela.med.puc.cl)

A epiderme é uma camada da pele que, dependendo da região do corpo, tem profundidade diferente.

Zonas onde é necessário mais atrito, e um maior contacto com o exterior, como as palmas das mãos ou pés, possuem uma camada mais grossa que pode atingir os 2mm de espessura.

Esta é a camada mais superficial da pele, logo é aquela que tem o primeiro contacto com vírus, bactérias e todos os outros agentes que podem danificar não só a própria pele, como o seu organismo em geral.

Assim o mais normal, quando se fala em carcinoma epidermóide, é associar apenas um cancro relativo à pele, mais concretamente à epiderme, mas está errado pois o carcinoma epidermóide atinge também órgãos internos do seu corpo.

O Carcinoma Epidermóide é um tumor maligno, que ataca muitas pessoas infelizmente, é constituído por proliferação das células da camada espinhosa, extremamente invasivo podendo até causa metástase.

Actualmente entre tumor representa cerca de 20% dos que surgem na pele, podendo surgir em várias áreas da pele sadia ou que já passaram por situações complicadas, nomeadamente processos de cicatrização de queimaduras antigas, feridas crónicas ou lesões decorrentes do efeito acumulativo da radiação solar na pele.

[-] Índice de conteúdos

Prevenção da Carcinoma Epidermóide

Existem várias formas de prevenir tal situação, mas uma das mais importantes de todas é a constante protecção solar que deve ser feita diariamente para prevenir o surgimento do tumor junto às áreas da pele mais expostas de forma contínua ao sol.

O melhor que tem a fazer é passar um protector solar logo pela manhã na sua pele que o acompanhará o resto do dia, e em dias de exposição directa (dias de praia ou piscina) deverá repetir a aplicação de hora a hora para que esta dure mais tempo, e não desapareça também com os banhos.

Manifestações da Carcinoma Epidermóide

Geralmente as primeiras manifestações são na face ou na parte externa dos membros superiores.

Surgem como pequenas manchas que com o passar do tempo, e a falta de tratamento, ficam com um tom mais escuro e têm um crescimento rápido, podendo em alguns meses atingir vários centímetros.

Em casos extremos poderá mesmo existir ulceração (formação de feridas) com sangramento, formando assim lesões elevadas e vegetantes (ficando com um aspecto de uma couve-flor).

Facilmente percebe que uma pequena mancha poderá ficar com um aspecto terrível, mas é quando surgem as pequenas manchas que deve existir um diagnóstico prévio e um tratamento, para evitar que este se alastre e comprometa outros órgãos do organismo, que piora e muito o sucesso do tratamento.

Tratamento da Carcinoma Epidermóide

Como se costuma dizer, o tratamento começa na prevenção.

Mas para o caso de encontrar manchas na sua pele que não lhe parecem normais, o melhor mesmo é consultar o seu médico de família ou mesmo um dermatologista o mais depressa possível para evitar que a situação se complique.

O tratamento possível do carcinoma epidermóide é a cirurgia, através da qual é retirada a total lesão para evitar que este se alastre e propague por todo o corpo.

Obviamente que existem situações que podem ser tratadas de outras formas (à base de medicamentos e loções), no entanto é necessário que o tumor seja diagnosticado muito cedo e com solução possível, sem necessitar de recorrer à cirurgia.

Como vê a exposição do seu corpo aos raios ultravioleta deve ser feita com o máximo cuidado possível, ou seja, deverá evitar expor directamente o seu corpo nas horas de mais calor (10h-15h) e mesmo nas restantes deverá utilizar constantemente protector solar, óculos de sol, chapéu e ainda permanecer sempre debaixo do chapéu de sol.

Em caso de dúvida sobre pequenas manchas que surjam deverá recorrer ao seu médico de família, evitando assim que tenha uma situação muito mais complicada que seja necessário cirurgia para um tratamento.

Etiquetas: carcinoma, manifestações da carcinoma epidermóide, prevenção da carcinoma epidermóide, tratamento da carcinoma epidermóide
3 comentários sobre “Carcinoma Epidermóide
  1. Maria iraciara disse:

    Tenho diagnotico de carcer epidermoide mas ela nao passoi tratamento pois falou q tinha queimado tudo e nao tava tao grande comofaco pra saber se estou bem

  2. Denis Spomberg disse:

    Pela primeira vez leio um artigo sobre o Carcinoma Epidermóide , que não mencionou o hábito de fumar pela culpa ou aparecimento do mesmo, pois eu sei que o meu foi na região do lábio inferior e causado pelas radiações do sol, depois de décadas exposto ao sol em praias e etc….
    Somente queria a confirmação , mesmo fumando, que a causa foi pela radiação solar.
    Fiz duas cirurgias , pois a primeira foi a retirada do tumor no lábio, e a segunda porque desceu pra área dos linfonodos cervicais.
    E finalmente , 30 sessões de radioterapia.
    Atenciosamente , Denis.

  3. Marina veloso camargo disse:

    Estou com carcinoma no anus e a mesma peocedencia???operar???

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.