Nós usamos cookies para melhorar o nosso serviço. Ao usar o Em Forma, está a consentir à utilização de cookies. Aceitar Saber mais


O Que É Uma Articulação

Uma articulação é a junção entre uma ou mais peças esqueléticas, seja ossos ou cartilagens.

São as articulações que têm como principal função manter em contacto todos os ossos do esqueleto, assim como permitir que o crescimento ósseo ocorra sem qualquer tipo de percalço, têm ainda a função de ajudar na altura do parto, facilitando que algumas partes do esqueleto mudem de forma.

As articulações têm aspectos gerais semelhantes entre elas (embora apresentem variações entre elas), permitindo assim que seja possível dividi-las em três principais categorias: fixas, semi-móveis e móveis.

[-] Índice de conteúdos

Articulação Fixa

Este tipo de articulações é caracterizado pela quase total ausência de mobilidade, já que são constituídas por dois ou mais segmentos ósseos, e têm como principal função proteger os tecidos moles que revestem o exterior do esqueleto.

Um bom exemplo deste tipo de articulações, são as presentes no crânio e face, já que é necessário um bom encaixe entre cada segmente ósseo para impossibilitar qualquer tipo de movimento.

Articulação sinovial (Autor: Imagem em domínio público)

articulação sinovial (Autor: Imagem em domínio público)

Estas articulações são essenciais principalmente em casos de acidentes onde o esqueleto sofre grandes choques, já que sem elas o nosso cérebro ou outros órgãos vitais poderiam ser danificados sem qualquer tipo de dificuldade dada a violência da situação.

Articulação Semi-Móvel

Este tipo de articulações têm como principal função a junção entre dois segmentos ósseos que não estão directamente unidos entre si, sendo assim essencial a articulação semi-movel para que seja possível a movimentação desses segmentos.

Para isso a articulação é caracterizada por uma peculiar resistência que lhe permite deformar-se e mudar de forma para que seja possível uma série de movimentos dos segmentos ósseos que ligam.

Um bom exemplo disso é as articulações presentes na coluna, que apesar de haver uma pequena mobilidade, possibilita a flexão da coluna ou a sua inclinação.

No caso das mulheres, são estas articulações que propiciam a dilatação da pélvis para facilitar na altura do parto.

Articulação Móvel

Estas articulações são aquelas que permitem uma variedade de movimentos, já que ligam segmentos ósseos que mesmo estando em contacto nas extremidades não estão ligados.

Um exemplo deste tipo de cartilagens é as dos membros, como o ombro, anca, cotovelo, joelho, etc. Para além disso tudo, estas contém ainda elementos que delimitam os movimentos para que ligamentos não fiquem danificados quando os movimentos são extremos.

Estas podem ainda ser divididas em vários tipos, consoante a forma e o tipo de junção dos elementos ósseos:

Enartrose – é formada pela junção de um segmento ósseo esférico, que é introduzido numa cavidade, permitindo assim que se mova em todos os sentidos.

Condilartrose – é formada pelo encaixe de um segmento ósseo em forma arredondada noutra com uma concavidade.

Trocleartrose – é a junção entre um segmento ósseo em forma de roldana a outro segmento ósseo em forma de crista que encaixa exactamente no canal da roldana.

Artrodias – as faces das articulações são de forma plana, permitindo assim que ambas deslizem entre si.

Componente das Articulação

Em muitos casos, os segmentos ósseos estão revestidos com uma fina camada de tecido conjuntivo resistente e com características de elasticidade, denominada de cartilagem articular, que permite impedir o atrito directo entre os ossos, evitando assim o seu desgaste.

Esta cartilagem tem uma espessura variável e é importante em casos de traumatismos e na distribuição da força pelos atritos durante os movimentos e os desgastes do peso do corpo.

A cápsula articular, é a membrana fibrosa que reveste a união entre os segmentos ósseos, é constituída por faixas fibrosas (denominadas de ligamentos), que têm como principal função dar uma maior estabilidade à própria articulação.

Por sua vez, a própria cápsula articular, é revestida por um tecido liso e brilhante, denominado de membrana sinoval, que tem como principal função segregar um líquido de cor amarela e viscoso (líquido articular) para lubrificar as superfícies que se encontram em contacto e assim nutrir as cartilagens articulares.

Este líquido contém ainda imensas células defensivas que eliminam os agentes microbianos ou tóxicos que são provenientes do desgaste das superfícies articulares.

Avalia este conteúdo
3.3/5 (133 votos)
Etiquetas: articulação fixa, articulação semi-móvel, componentes da articulação
5 comentários sobre “O Que É Uma Articulação
  1. Laryssa disse:

    Eu adorei!! Me ajudou muito no meu trabalho de Ed. Física! Valeuuuu ♥♥

  2. LAYS disse:

    Eu adorei !!Me ajudou muito no meu trabalho de Ciências !♥♥Valeuuuu

  3. LAYS disse:

    Eu adorei !!Me ajudou muito nos meus trabalhos de Ciências e Ed. Física!Valeuuuu ♥♥

  4. CLEINE disse:

    AMEI ME AJUDOU MUITO NO MEU TRABALHO DE ERGONOMIA SOBRE POSTURA INADEQUADA

  5. kaua disse:

    gostei. Ajudou muito

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.