Escolher Seguro de Saúde

Seguro de Saúde (Autor: Imagem em domínio público)

Seguro de Saúde (Autor: Imagem em domínio público)

[-] Índice de conteúdos

Seguro de Saúde

Há três fatores importantes a levar em conta quando se pensa em contratar seguros de saúde: a localidade onde você reside, os médicos a quem pretende recorrer e as suas possibilidades económicas.

Conheça algumas coisas importantes das quais convém que se tenha noção ao escolher um seguro de saúde:

Seguros de Cobertura Simples ou Alargada

Existem alguns seguros de cobertura simples, sendo que na maioria deles são contempladas apenas as despesas de hospitalização e de ambulatório.

Apesar de serem muito limitados, este é o tipo de seguros que poderão ser interessantes para indivíduos na casa dos 40 a 50 anos cujo objectivo principal de subscreverem um seguro de saúde é acautelar possíveis despesas de internamento, bem como o pagamento de consultas médicas e exames.

Existem também outros seguros com uma cobertura mais alargada e que cobrem despesas com próteses e ortóteses, de estomatologia, e até as despesas relacionados com o parto. Este é o tipo de seguro que pode ter interesse para famílias com crianças em que seja previsível a necessidade do uso de óculos ou de despesas com dentistas e outros semelhantes.

Pode também ser interessante para casais que pensam em ter filhos, sendo que na maioria, apenas poderão surgir despesas de parto ao fim de um ano ou um ano e meio.

Ainda assim, quando alguém pensa num seguro de cobertura alargada, é importante que analise bem as tabelas de descontos que o seguro contempla porque, geralmente, o limite de capital dos seguros para casos de próteses, ortóteses e estomatologia é muito reduzido, em função das franquias elevadas a que estão sujeitos.

Se o objectivo for utilizar o seguro para colocar um pivot ou um aparelho fixo nos dentes, então o melhor será contratualizar um seguro dentário como complemento ao seu seguro de saúde.

Nos seguros de cobertura alargada, é também importante notar que, ao passo que as consultas com médicos dentro da rede convencionada têm apenas um custo simbólico para o indivíduo segurado, quando as consultas são feitas em médicos fora da rede, o seguro pagará apenas entre 35 e 70% das despesas, dependendo do que esteja contratualizado.

Fatores que Agravam o Prémio

Alguns dos fatores a que talvez muitas pessoas não dêem grande atenção, têm uma grande influência no preço a pagar pelo seguro de saúde. Por exemplo, o excesso de peso, ser fumador ou a ingestão de álcool fora das refeições são alguns dos fatores com influência direta nos valores a pagar.

Outros dos fatores, que são levados em conta, incluem a tensão arterial, os antecedentes familiares e o historial clínico, certas características genéticas, os hábitos desportivos e o sedentarismo.

Quando estes fatores são avaliados e quando existe o risco de certo problema de saúde vir a ser detetado num futuro próximo, o valor do premio do seguro também irá aumentar, ou então, a seguradora poderá recusar-se a fazer o seguro de saúde.

Para conseguir fazer o seguro, ou para pagar menos, alguns optam por mentir ou por omitir algumas informações importantes. No entanto, é não é uma solução porque, nestes casos, é comum a seguradora não cobrir as despesas de saúde, anular o seguro e ficar com o montante já pago, sem proceder a qualquer devolução de valores em função da anulação do contrato. Estas são mesmo algumas das cláusulas implícitas no contrato assinado.

Assim, em vez de mentir, dê todos os seus dados correctamente pois só assim poderá usufruir dos benefícios do seu seguro de saúde.

Marcado com: , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Forum

Acede ao forum de discussão do Em Forma e discute novos tópicos e descobre novos temas.

Acompanha o Em Forma