Ataques de Pânico

  • Português

Os Ataques de Pânico também são conhecidos por crise de pânico ou ainda crise de ansiedade, consiste num intervalo de tempo de medo intenso ou incómodo, normalmente íngreme.

Para ser considerado um ataque de pânico tem que se ter no mínimo 5 sintomas, que podem ser alguns dos seguintes: tremores, calafrios, desespero, calor, dificuldade em respirar, desrealização ou despersonalização, palpitações, náuseas ou tonturas.

A confusão destes sintomas acontece de uma forma súbita, que causa a incapacidade de se controlar e de pensar.

Quem sofre de ataques de pânico também pode vir a ter outros tipos.

Às vezes, as pessoas têm ataques repetidos ou andam no seu dia-a-dia com uma ansiedade grande e com medo que a qualquer momento surja um ataque.

Normalmente, quem sofre deste problema retém fobia aos lugares onde a crise acontece, o que pode causar grandes transtornos a vida de uma pessoa.

[-] Índice de conteúdos

Sintomas dos Ataques de Pânico

As pessoas que sofrem de crises de pânico contam que têm medo da morte, receio da perda de autodomínio das emoções e do seu comportamento. Normalmente, a ataque de pânico está associada a dores no peito e falta de ar. Este problema é muito facilmente distinguido das outras formas de ansiedade normais devido a ser repentino.

As pessoas que têm ataques de pânico normalmente também têm problemas relacionados com a ansiedade e nem sempre indicam uma doença a nível mental. Aproximadamente dez porcento das pessoas sem qualquer problema têm um ataque de pânico isolado por ano.

Os Ataques de Pânico também são conhecidos por crise de pânico ou ainda crise de ansiedade (Autor: MusicalFire @ deviantART)

Os Ataques de Pânico também são conhecidos por crise de pânico ou ainda crise de ansiedade (Autor: MusicalFire @ deviantART)

Se uma pessoa tem fobia de qualquer coisa e diariamente tem que enfrentar essa fobia aumenta a sua probabilidade de ter ataques de pânico.

Tratamento dos Ataques de Pânico

Enquanto ainda não são compreendidos, os ataques de pânico são inaceitáveis. As pessoas que sofrem destas crises ficam num estado de elevada ansiedade e o corpo responde a esse estímulo como se encontra-se sob uma forte ameaça.

Então, comece por compreender todo o processo, pois será essencial para a sua recuperação.

Inicialmente tem que aprender o que é a ansiedade, o que leva a sua ocorrência dos ataques de pânico.

Este processo deve ser acompanhado por um especialista, que o ajudará em todas as situações.

Desenvolvimento de Capacidade de Regulação Emocional

As pessoas que sofrem de ataques de pânico têm que desenvolver mais a capacidade de gerir as suas emoções, começando a aprender a influenciarem o seu estado emocional, conseguindo controlar a ansiedade, bem como a diminuir o pressentimento e o medo de um novo ataque.

Existe técnicas que ajudam a pessoa a saber respirar quando se encontra em ataque de pânico. Fale com o seu médico!

Etiquetas: ataques de pânico, sintomas dos ataques de pânico, tratamento dos ataques de pânico

Leave a Reply

Your email address will not be published.