Suplementos Para o Cérebro

Quando os nutrientes adequados e necessários ao bom funcionamento do cérebro começam a faltar desencadeia-se um processo bioquímico semelhante a uma rutura do cérebro.

Quando isto acontece a pessoa começa a trocar os nomes, a esquecer as datas, a ter dificuldade de concentração, a não conseguir conversar porque se esquece o assunto.

É necessário então pensar numa forma de alimentar o cérebro através de uma alimentação adequada ou se necessário recorrer aos suplementos alimentares existentes no mercado.

Os suplementos alimentares existem porque muitas vezes os nutrientes necessários ao cérebro não se encontram nas quantidades adequadas nos alimentos.

Diariamente é recomendável consumir os seguintes nutrientes e nas seguintes quantidades:

  • Ácidos Gordos Ómega 3 – 300 a 600 miligramas,
  • Vitamina C – 500 a 1000 miligramas.
  • Vitamina E – 200 a 400 UI.
  • Zinco – 20 a 30 miligramas.
  • Ginkgo biloba – 120 miligramas.
  • Fosfatidilserina – 200 a 300 miligramas.
  • Magnésio – 300 a 400 miligramas.
  • Selénio – 200 microgramas.

[-] Índice de conteúdos

Aumentar a Capacidade da Memória

O stress, a idade, hábitos de vida saudáveis ausentes e algumas doenças podem afetar a capacidade de memória e alterar por completo a vida profissional e pessoal das pessoas.

A memória consiste num processo de reter as informações que são guardadas e recuperadas quando por necessidade o nosso cérebro as procura. Assim, a memória permite relacionar o passado com o presente para que o futuro possa ser desenhado.

Muitos dos suplementos alimentares para o cérebro tem como finalidade ativá-lo para que a memória não se perca e esteja garantida uma vida saudável e sem sobressaltos.

Objetivo dos Suplementos Alimentares

Os suplementos alimentares consistem em composições químicas cujo objetivo é o de complementar a dieta e também fornecer alguns nutrientes em falta.

Os suplementos alimentares destinados ao cérebro têm como objetivos ajudar a:

  • Ter uma maior capacidade de raciocínio.
  • Ter uma melhor disposição cerebral e mais energia.
  • Ajudar na regeneração cerebral.
  • Abastecer os principais nutrientes para o cérebro.
  • Apoiar na prevenção da doença de Alzheimer.
  • Ativar a ação antioxidante no combate aos radicais livres.
  • Combater a fadiga e o cansaço mental.
  • Ajudar no alívio do stress.
  • Melhorar a qualidade de vida.

Suplementos Alimentares

Alguns suplementos como os de vitamina B e ferro podem ajudar o cérebro (Autor: Vitualis)

Alguns suplementos como os de vitamina B e ferro podem ajudar o cérebro (Autor: Vitualis)

  • Ginkgo Biloba – serve para aumentar a memória e é usado desde a antiguidade, promovendo também uma melhoria do fluxo sanguíneo no cérebro. Permite desta forma, um transporte de oxigénio ao cérebro e impede que os radicais livres deteriorem as células.
  • Chá Verde e Chá Preto – tem comprovado efeito no tratamento da doença de Alzheimer graças às suas substâncias naturais que atenuam a deterioração da acetilcolina e auxiliam no tratamento de algumas doenças do envelhecimento.
  • Salva e Rosmaninho – a salva melhora a memória, pois tem na sua composição substâncias que ajudam na transmissão das mensagens cerebrais. O rosmaninho ajuda a estimular a memória, suprime a fadiga mental e consolida a clareza mental.
  • Suplementos de vitamina B – ajudam a fazer o transporte do oxigénio para o cérebro impedindo os prejuízos dos radicais livres.
  • Suplementos de ferro – ajudam a reduzir a deficiência de ferro no organismo.

Todos estes elementos devem fazer parte do consumo diário pois os seus benefícios para o cérebro são de extrema necessidade.

Etiquetas: aumentar a capacidade da memória, objetivo dos suplementos alimentares, suplementos, zinco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.