Colagénio

O colagénio, também conhecido pelo nome de colágeno, consiste numa proteína com uma importância indiscutível para o funcionamento celular, uma vez que faz parte da matriz extracelular do tecido conjuntivo.

Esta proteína é sintetizada dentro das células e posteriormente exportado para fora dela. Ao sofrer a atuação das enzimas polimerizantes organiza-se surgindo com uma estrutura própria. A citada substancia, a quem alguns reconhecem como gelatina, baseia-se na classe das proteínas mais abundantes do organismo humano representando cerca de trinta por cento do seu total.

No organismo humano, o colagénio desempenha diversas funções como é o caso do fortalecimento dos tecidos, mas com o decorrer dos anos a quantidade existente vai sendo cada vez menor. Também a alimentação deficiente em vitaminas e proteínas que hoje muitos de nós pratica pode ser a responsável por essa carência. Nos primeiros anos de vida e até à puberdade, pouco ou nada se nota em relação a essa carência, mas é na fase em que se atinge a maturidade que elas podem começar a notar-se.

Com a idade o corpo humano perde a capacidade de produzir colagénio tornando a pele menos elástica (Autor: Imagem em domínio público)

Com a idade o corpo humano perde a capacidade de produzir colagénio tornando a pele menos elástica (Autor: Imagem em domínio público)

Surgem as fraturas com facilidade e as rugas (dado que a pele começa a perder a elasticidade), sendo estas ultimas a consequência mais visível dessa falta orgânica. À deficiência desta substancia dá-se o nome de colagenose trazendo como já se disse alguns problemas de saúde: má formação óssea, problemas de crescimento, rigidez muscular, inflamação das articulações, doenças cutâneas e muito mais.

Sabe-se que todos os mamíferos produzem o seu próprio colagénio e que o seu posterior uso se nota em diversas áreas. Ele é retirado aos animais mortos e usado no fabrico de iogurtes, salsichas, presunto, sobremesas de fácil preparação como é o caso da gelatina, dos pudins. A cosmética também faz uso deste recurso para a fabricação de cosméticos e produtos farmacológicos como cápsulas moles e/ou duras.

No corpo dos mamíferos podem ser encontrados cerca de doze tipos de colagénio, cada um em diferentes partes do corpo e com alguma diferença em termos de função orgânica.

Etiquetas: benefícios do colagénio, colagénio, colágeno, gelatina, propriedades do colagénio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.