Nós usamos cookies para melhorar o nosso serviço. Ao usar o Em Forma, está a consentir à utilização de cookies. Aceitar Saber mais


Alergia

  • Português
Imagem de Mulher com Alergia (Autor: Imagem em domínio público)

Os mais responsáveis por estas hipersensibilidades são os ácaros, as baratas, os fungos, os pelos dos animais (Autor: Imagem em domínio público)

É na primavera que mais se queixam as pessoas que referem sofrer de alergias, devido aos pólenes que andam no ar, estas manifestam-se com mais frequência nesta altura. A alergia consiste numa resposta imunológica amplificada, que se expande depois da exposição da pessoa a uma determinada substância estranha ao organismo. Chama-se a estas substâncias de alérgenos e as reacções de hipersensibilidade acontecem nas pessoas que geneticamente são mais susceptíveis e que foram previamente sensibilizados.

Quem mais é responsável por estas hipersensibilidades são os ácaros, as baratas, os fungos, os pelos dos animais (mais propriamente dos gatos e dos cães), os esporos dos fungos, os pólen de flores, alguns alimentos e também alguns medicamentos.

As alergias podem ser classificadas de alimentares, da pele, nariz, vias respiratórias e oculares. Nas alergias alimentares temos como mais frequentes as alergias ao leite de vaca, aos ovos, amendoins, soja, nozes e frutos do mar. As da pele manifestam-se através de lesões e prurido intenso, podendo este nos casos mais graves, estender-se a todo o corpo. Quando estas se manifestam a nível do nariz pronuncia-se através da rinite alérgica que pode acontecer de forma repetida e as suas principais causas são os alérgenos inalados. Quanto às alergias das vias respiratórias a asma ou bronquite asmática é a mais frequente e sugere uma inflamação das mesmas provocada por alérgenos, infeções de vias aéreas, ansiedade, exercício físico inadequado, refluxo gastro esofágico e medicamentos ou alimentos. A conjuntivite alérgica é a manifestação a nível ocular mais comum dando origem a irritação, comichão, olhos vermelhos e lacrimejar frequente.

Muitas destas alergias não têm tratamento, mas é de toda a conveniência que se procure ajuda médica de forma a determinar as suas causas. É possível fazer medicação de forma a controlar a doença. Existem alguns cuidados de primordial importância como manter a casa ventilada abrindo as janelas no início do dia e final do mesmo e manter os móveis livres de pó.

Avalia este conteúdo
2.5/5 (1 votos)
Etiquetas: alérgenos, alergia, alergia de nariz, alergia de pele, alergia ocular, alergia respiratória, ansiedade, exercício físico, organismo, pólenes, resposta imunológica, sofrer de alergias

Leave a Reply

Your email address will not be published.