Nós usamos cookies para melhorar o nosso serviço. Ao usar o Em Forma, está a consentir à utilização de cookies. Aceitar Saber mais


Colesterol

O colesterol consiste num álcool policíclico que se apresenta com uma cadeia longa e que habitualmente é pensado como sendo um esteroide que se encontra nas membranas celulares. É carregado no plasma sanguíneo do organismo de todos os animais e é considerado como um componente fundamental das membranas celulares de todos os mamíferos sendo o principal esterol que é sintetizado pelos animais.

Em quantidades mais pequenas é também sintetizado pelos eucariotas como é o caso das plantas e dos fungos. No entanto não há colesterol que seja vegetal e as plantas apresentam-se com um género de composto parecido e ao qual se dá o nome de fitosterol.

O colesterol consiste num álcool policíclico que se apresenta com uma cadeia longa e que habitualmente é pensado como sendo um esteroide que se encontra nas membranas celulares (Autor: BorisTM)

O colesterol consiste num álcool policíclico que se apresenta com uma cadeia longa e que habitualmente é pensado como sendo um esteroide que se encontra nas membranas celulares (Autor: BorisTM)

O colesterol presente nos organismos é, na sua maioria, sintetizado pelo próprio organismo, mas uma fração mais pequena é adquirida através do consumo dos alimentos. Este composto desempenha um papel essencial em muitos dos processos bioquímicos, mas na verdade é conhecido pela grande maioria das pessoas como sendo a causa do desenvolvimento das doenças cardiovasculares e como hipercolesterolemia (nível alto no sangue).

Este elemento apresenta-se insolúvel na água e no sangue e para que possa ser transportados pela corrente sanguínea vai ligar-se a diferentes lipoproteínas que apresentam na superfície exterior proteínashidrossolúveis. São vários os tipos de lipoproteínas sendo estas classificadas tendo em conta a sua densidade. Das muitas existentes apenas duas são usadas para fazer o diagnóstico dos níveis de colesterol:

  • As lipoproteínas de baixa densidade ou LDL, também conhecidas pelo mau colesterol uma vez que têm a capacidade de fazer o transporte do colesterol do fígado até as células de diferentes tecidos do organismo e aceleram o processo arteriosclerótico.
  • As lipoproteínas de alta densidade ou HDL, também conhecido como colesterol bom, dado que têm a capacidade de fazer a absorção dos cristais de colesterol, que podem ser depositados nas paredes das veias e das arteriais/veias e que retarda o processo arteriosclerótico.

Apesar de tudo, o colesterol é essencial para a construção e manutenção das membranas celulares, para regular a fabricação da bílis de forma a digerir as gorduras e para o metabolismo das vitaminas lipossolúveis bem como de algumas hormonas.

Avalia este conteúdo
2.5/5 (1 votos)
Etiquetas: colesterol, níveis de colesterol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.