Cobre

O cobre é um mineral. É encontrado em muitos alimentos, especialmente em carnes de órgãos, frutos do mar, nozes e sementes, cereais, farelo de trigo, grãos e produtos de cacau. O corpo armazena cobre principalmente nos ossos e músculos, sendo o fígado responsável por regular a quantidade de cobre que se encontra no sangue.

O cobre é em elemento necessário para a produção e armazenamento de ferro.

É possível tomar também suplementos de cobre sob a forma de medicamento. Os suplementos são geralmente utilizados para o tratamento da deficiência de cobre que a anemia pode causar. A deficiência de cobre é algo extremamente raro, ocorrendo normalmente em pessoas que ingerem muito zinco na sua dieta ou que tomam suplementos de zinco. Pode também ocorrer em pessoas que são submetidas a uma cirurgia de bypass intestinal, ou que são alimentadas por tubos de alimentação. No caso de crianças desnutridas, também pode acontecer de virem a sofrer de deficiência de cobre.

Muitas pessoas também tomam suplementos de cobre com o objectivo de melhorar a cicatrização de feridas e para o tratamento de osteoartrite e fragilidade óssea (osteoporose).

Não existem evidências de que pessoas que comem uma dieta normal possam precisar de tomar suplementos de cobre. Nem mesmo os atletas precisam de cobre extra, se tiverem uma boa dieta.

O cogumelo é um dos alimentos rico em cobre (Autor: chris_73)

O cogumelo é um dos alimentos rico em cobre (Autor: chris_73)

Tomar um suplemento de cobre é seguro quando é utilizado para tratar uma deficiência de cobre. No entanto, pode não ser seguro quando usado em grandes quantidades. Os adultos devem consumir, no máximo 10 mg de por dia. Mas, se alguém ingerir apenas 1 grama de sulfato de cobre, é possível que acabe por sofrer de insuficiência renal, podendo até mesmo acabar por morrer.

Os sintomas de sobredosagem de cobre incluem náuseas, vómitos, diarreia com sangue, febre, dores de estômago, diminuição da pressão arterial, anemia e problemas cardíacos.

[-] Índice de conteúdos

Cuidados a Ter Com o Cobre

Gravidez e amamentação: as grávidas e as mulheres entre os 14 e os 18 anos não devem consumir mais do que 8 mg por dia, Após os 19 anos, ou durante a amamentação, não deverão consumir mais do que 10 mg por dia. A ingestão de quantidades maiores pode ser perigosa .

Crianças: As crianças com 1 a 3 anos não devem consumir mais de 1 mg por dia. Dos 4 aos 8 anos, o limite é de 3mg por dia. Dos 9 aos 13 anos, esta quantidade passa para 5mg. Adolescentes entre os 14 e os 18 anos poderão ingerir até 8 mg por dia. Quando estas quantidades são ultrapassadas, isso pode causar danos ao fígado e também outros danos.

Hemodiálise: As pessoas que fazem hemodiálise para o tratamento de doenças renais têm uma grande probabilidade de vir a ter deficiência de cobre. Ainda assim, antes de tomarem qualquer suplemento de cobre, deverão sempre falar primeiro com o seu médico.

Etiquetas: cobre, cuidados a ter com o cobre, dieta, suplementos, zinco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.