Gatos não atrasam o desenvolvimento mental das crianças

Um novo estudo cientifico ajuda a promover os gatos junto das crianças. Ao contrário de estudos anteriores, pesquisadores não encontraram qualquer ligação entre a presença de gatos na vida de uma criança e a possível criação de distúrbios mentais.

O Dr. Francesca Solmi, da universidade College London (UCL) em Inglaterra, recentemente mandou as suas descobertas à publicação cientifica, Psychological Medicine.

Os gatos estão entre os animais de estimação mais populares em todo o mundo, com mais de 30% de todas as casas com a presença de pelo menos um felino.

Para além de serem fieis acompanhantes, estudos revelam que gatos e outros animais de estimação podem trazer inúmeros benefícios à saúde mental, ajudando a reduzir a ansiedade e o stress, e a melhorar o bem-estar geral dos seus donos.

Alguns estudos, no entanto, sugeriram o contrário. Um estudo, em particular, reportado pela Medical News Today no ano passado, associou a presença de gatos na infância com um risco maior de desenvolver esquizofrenia, desordem bipolar, e outras condições mentais mais tarde na vida.

Dr. Solmi, vem agora contrariar essa informação, revelando que não há evidências suficientes para sugerir que isso seja verdade e que a presença de felinos na vida de uma criança é perfeitamente saudável para o seu desenvolvimento mental.

Fonte: MNT

Marcado com: ,
Forum

Acede ao forum de discussão do Em Forma e discute novos tópicos e descobre novos temas.

Acerca
O Em Forma é o guia online do bem-estar. Promovemos a bem-estar, saúde e a prática de exercício físico. Diariamente são colocados novos conteúdos na área de saúde, desporto, nutrição, musculação e opinião.
Acompanha o Em Forma
Em Forma no Facebook


Subscrever à Newsletter

Se quer subscrever à newsletter do Em Forma então insira os dados no seguinte formulário: