Parto

O parto acontece quando terminam os nove meses de gravidez e há quem também lhe chame de nascimento sendo que esta data serve para contar os dias, os meses e os anos de existência de uma pessoa.

Cientificamente é considerado como sendo a saída do feto do úteromaterno e cada cultura vive o parto à sua maneira.

Pode ser um momento de grande alegria ou de grande ansiedade, mas independentemente da forma como o parto é encarado, este processa-se sempre da mesma forma e encontra-se cientificamente dividido em quatro fases diferentes.
[eas-content]

[-] Índice de conteúdos

Período de Dilatação

Neste período surgem as contrações que se vão repetir de forma coordenada e com uma frequência cada vez mais intensa até que o colo uterino atinja cerca de dez centímetros de diâmetro. Este período pode ser muito doloroso, embora presentemente já existam técnicas para o tornar suportável como é o caso da epidural. Cada mulher tem um período de dilatação diferente podendo ir de duas ou três horas (muito raro) até vinte e quatro horas.

Período Expulsivo

Este é a segunda fase do trabalho de parto e é caraterizado pela expulsão fetal. A contração da musculatura que faz parte do diafragma, juntamente com a contração da parede abdominal e com as contrações uterinas ajudam de forma eficaz nesta expulsão. Na maioria dos casos o feto nasce de cabeça, mas pode acontecer de pés ou de nádegas.

O parto é o ponte alto da vida de muitas mulheres (Autor: Imagem em domínio público)

O parto é o ponte alto da vida de muitas mulheres (Autor: Imagem em domínio público)

A Dequitadura

Nesta fase acontece o desprendimento, descida e expulsão da placenta, assim como das membranas que envolveram o feto. Acontece quase sempre cinco minutos após a expulsão fetal, mas nalguns casos pode só acontecer aos trinta minutos.

Período de Greenberg

Este é o último período que acontece num parto e é o que o dá por encerrado. Consiste na primeira hora depois da saída da placenta e tem como principal objetivo fisiológico impedir a hemorragia em excesso. Passada cerca de uma hora o útero já está em condições normais, completamente contraído e pode dar-se por terminado o mecanismo da hemostasia.

Marcado com: , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Forum

Acede ao forum de discussão do Em Forma e discute novos tópicos e descobre novos temas.

Acompanha o Em Forma