Cancro do Cólon

O cólon, ou intestino grosso, tem como função recolher os resíduos da digestão e expulsá-los do corpo através do reto. Existem provas seguras de que a exposição deste órgão a grandes quantidades de determinadas substâncias químicas prejudiciais ou aos subprodutos digestivos pode desencadear a formação de tumores benignos pré-cancerosos ou de tumores totalmente malignos.

Não é de admirar que aquilo que comer, ou não comer, desempenhe um papel primordial na prevenção do cancro do cólon. Na verdade, os cientistas que estudam o cancro do cólon afirmam que mais de 80 por cento dos casos são evitáveis. E a prevenção começa pelos cuidados com o tipo de alimentação.

[-] Índice de conteúdos

Coma Mais Farelo de Trigo

Quanto mais reduzido for o consumo de fibras alimentares, mais elevado é o risco do desenvolvimento de cancro do cólon. A mais poderosa fibra para combater o cancro do cólon pode ser o farelo de trigo. Segundo revelam pesquisas recentes, o farelo de trigo ajuda a proteger o corpo de alguns dos subprodutores digestivos que passam através do cólon e que podem desencadear mutações de células conduzindo ao cancro.

Os cientistas que estudam o cancro do cólon afirmam que mais de 80 por cento dos casos são evitáveis (Autor: Jiri.pekhart)

Os cientistas que estudam o cancro do cólon afirmam que mais de 80 por cento dos casos são evitáveis (Autor: Jiri.pekhart)

Para ajudar a prevenir o cancro do cólon, considere a hipótese de acrescentar uma taça decereais com fibras às suas cinco doses diárias de frutas e legumes.

Faça da Sua Despensa Uma Horta

São muitos os estudos científicos que comprovam que comer mais fruta e legumes reduz o risco de cancro do cólon. Os indícios de que o consumo em quantidade suficiente de frutas e legumes ajuda a proteger contra o cancro do cólon são muito fortes.

Que quantidade deverá comer para reduzir o risco? Aumente o consumo de frutas e legumes até comer o equivalente a cinco doses diárias completas. Sempre que você comer uma maçã, uma banana, uma pêra, uma batata assada ou uma salada, isso corresponde a cerca de uma dose. E não se preocupe se adora pêras e pimentos, mas detesta laranjas e beringelas. Os cientistas descobriram que são as frutas e legumes em geral e não um  determinado alimento hortícola ou um micronutriente em particular desse alimento, que ajudam à protecção.

Reduza o Consumo de Carne

Segundo certo estudo, as mulheres que comiam carnes vermelhas (carneiro, porco ou vaca) cinco dias por semana registavam um risco três a quatro vezes superior de virem a ter cancro do colón do que as mulheres que não comiam carne. As carnes fritas ou grelhadas podem ser particularmente perigosas porque poderão aumentar os agentes mutagénicos, substâncias que podem desencadear o aparecimento de tumores.

Desfrute da Soja

Num estudo efectuado em que participaram quase mil indivíduos de determinada região, quem comia feijão de soja pelo menos uma vez por semana corria metade do risco de desenvolver pólipos (tumores no cólon que são precussores do cancro do cólon) em comparação com as outras pessoas.

Ingira Bastante Cálcio

O cálcio parece ser um agente importante na redução de risco do cancro do cólon. Da mesma forma que as fibras, o cálcio atua reduzindo o nível de possíveis ácidos biliares que fomentam o aparecimento do cancro no cólon.

É recomendável a ingestão de 1500 miligramas de cálcio por dia, seja sob a fora de alimentos, seja sob a forma de suplementos. Boas fontes de cálcio na alimentação são os lacticínios tais como o leite desnatado, ou meio gordo, os iogurtes e os queijos magros. Boas fontes de cálcio são também as verduras tais como a couve-galega, as folhas de mostarda, o repolho e os bróculos. Além disso, também as sardinhas em lata, o salmão e o sumo de laranja possuem muito cálcio.

Outros Conselhos Úteis

Além dos conselhos já mencionados, existem outras formas de você se proteger do cancro do cólon. Por exemplo, você deverá beber muita água. Além disso, procure ingerir alimentos ricos em selénio. Ande a pé com frequência, de preferência diariamente. E a descoberta mais extraordinária: quem toma aspirinas com regularidade tem menos 50% de probabilidade de vir a ter cancro no cólon.

Marcado com: , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Forum

Acede ao forum de discussão do Em Forma e discute novos tópicos e descobre novos temas.

Acompanha o Em Forma