Espelta

A espelta mais conhecida pelo nome de trigo vermelho pertence à família das gramíneas e foi já bastante consumido nalgumas partes da Europa, na Idade do Bronze e na Idade Média.

Presentemente é muito pouco cultivado embora o seu cultivo esteja a crescer na Europa Central e na Itália com o objetivo de encontrar alimentos saudáveis para o homem.

Este grão é considerado por muitos como uma subespécie do tradicional trigo mas, comparativamente a ele oferece uma panóplia de nutrientes bem mais considerável. Em termos nutricionais é considerado como uma forte fonte de vitamina B2, manganês, niacina, fibras, tiamina e cobre. É esta mistura de nutrientes que faz da espelta um alimento bastante saudável e que não deve ser esquecido na alimentação.

A espelta mais conhecida pelo nome de trigo vermelho pertence à família das gramíneas e foi já bastante consumido nalgumas partes da Europa (Autor: Ranveig)

A espelta mais conhecida pelo nome de trigo vermelho pertence à família das gramíneas e foi já bastante consumido nalgumas partes da Europa (Autor: Ranveig)

Se sofre de aterosclerose ou tem medo dela deve aumentar a ingestão deste alimento uma vez que graças à niacina presente ela pode ficar melhorada. A niacina ajuda também na prevenção das doenças cardiovasculares reduzindo os valores do colesterol e os níveis da lipoproteína (uma molécula formada por uma proteína e por gordura que se encontra no plasma sanguíneo, muito parecida com o colesterol LDL mas, ainda mais perigosa para a saúde).

A niacina ajuda também a conseguir uma redução da agregação plaquetária e a aglutinação das plaquetas que em conjunto ajudam na formação dos coágulos sanguíneos.

As suas fibras vão ajudar na redução dos níveis do LDL uma vez que têm a capacidade de se ligarem aos ácidos biliares que formam o colesterol. Todas as fibras que não são absorvidas pelo organismo são expelidas pelas fezes favorecendo o trânsito intestinal e reduzindo a formação de colesterol uma vez que transportam os ácidos biliares para fora do organismo.

As mulheres na menopausa devem incluir na sua alimentação o trigo vermelho dado que ele diminui os níveis de colesterol, os valores tensionais, e os riscos para as doenças cardiovasculares. O cancro da mama também tem maior dificuldade em se desenvolver se este cuidado alimentar for tido em consideração.



Avalia este artigo
Credibilidade (13.45 em 20 - 40 votos
Qualidade (12.27 em 20 - 30 votos
Profundidade (12.75 em 20 - 32 votos
Imparcialidade (11.1 em 20 - 21 votos

Avaliação geral para o post Espelta é 3 em 5. No total foram submetidas 123 avaliações, e a última foi em 2015-07-31.
Partilha!Share on Facebook0Share on Google+1Tweet about this on TwitterPin on Pinterest0Share on Tumblr0Share on LinkedIn0Share on Reddit0

Não Encontrou o Que Estava Procurando? Tente o Google!

Custom Search

Autora no EmForma.net desde 2009. Marisa já publicou mais de 900 artigos na área da saúde.

O blog de Marisa Silva pode ser encontrado em http://www.emforma.net.

Marcado com: , , ,
Publicado em Alimentação, Alimentos, Autores Convidados, Grãos, Rúbricas, Saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Forum
Acede ao forum de discussão do Em Forma e discute novos tópicos e descobre novos temas.
Procurar
Parceiros
Acerca
O Em Forma é o guia online do bem-estar. Promovemos a bem-estar, saúde e a prática de exercício físico. Diariamente são colocados novos conteúdos na área de saúde, desporto, nutrição, musculação e opinião.
Acompanha o Em Forma
Em Forma no Facebook


Criar artigo
Ajude o EmForma.net a expandir a sua base de conhecimento. Contamos com a sua ajuda!

Criar artigo